Remote learning in pandemic times: reflections on teaching practice

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i13.21329

Keywords:

Remote classes; Teaching; Social distancing; COVID-19.

Abstract

This study aims to analyze teachers' perceptions about the practices adopted in distance education during the new coronavirus (COVID-19) pandemic. We carried out qualitative research using an online questionnaire to teachers of different educational levels. With this, we perceive an intensification of the difficulties related mainly to accessing and using technologies for educational purposes. These challenges reveal the weaknesses of Brazilian education in terms of its relationship with digital tools since it was possible to detect the lack of teacher training for using these resources. In conclusion, we understand that the teaching posture is decisive for the achievement of educational objectives. Therefore, we suggest deepening discussions on this issue to subsidize studies that contribute to the development of policies oriented to teaching during the period of isolation by COVID-19.

References

Barros, M. A. de M., & TraxleR, J. (2017). Mobile learning in undergraduate science education students: understanding the uses and strategies. Enseñanza de lasciencias: revista de investigación y experienciasdidácticas, n. Extra, 725-730.

Recuperado de: https://www.raco.cat/index.php/Ensenanza/article/view/335411

Bates, A. W. (2019). Teaching in a digital age. Vancouver, BC: Tony Bates Associates LTd.

Berbel, N. A. N. (2011). As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, 32(1), 25-40, 2011.

Brasil. (2017). Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 80 da Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Brasília, DF.

Brasil. (2020). Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública-COVID19. Secretaria de Vigilância em saúde. Boletim epidemiológico 09. Brasília, DF: Ministério da Saúde.

Brasil. (2020). Portaria nº 544/2020. Dispõe sobre a substituição das aulas presenciais por aulas em meios digitais, enquanto durar a situação de pandemia do novo coronavírus - Covid-19, e revoga as Portarias MEC nº 343, de 17 de março de 2020, nº 345, de 19 de março de 2020, e nº 473, de 12 de maio de 2020. Brasília, DF.

Buzato, M. E. K. (2003). Letramento digital abre portas para o conhecimento. EducaRede. Entrevista por Olivia Rangel Joffily. 23/01/2003. Recuperado de: www.educarede.org.br

Buzato, M. E. K. (2007). Desafios Empírico-Metodológicos para a Pesquisa em Letramentos Digitais. Trabalhos em Linguística Aplicada, 46(1), 45-62. Recuperado de: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/tla/article/view/8639442/0

Coscarelli, C.V., & Kersch, F. (2016). Pedagogia dos multiletramentos: alunos conectados? Novas escolas + novos professores. In D.F., Kersch, C. V., CoscarellI, & J. B., Cani (Orgs.) Multiletramentos e multimodalidade: ações pedagógicas aplicadas à linguagem (pp. 07-13). Campinas, SP: Pontes Editores.

Ely, D. (2020, Abril 29). Aulas presenciais nas escolas do RS não têm prazo para retorno. Gaúchazh.

https://gauchazh.clicrbs.com.br/educacao-eemprego/noticia/2020/04/aulas-presenciais-nas-escolas-do-rs-nao-tem-prazo-para-retornock9lwcmbi00oj017ndtzewi2r.html

Fonseca, J. J. S. (2002). Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UEC.

Freitas, A. R. R., Napimoga, M., & Donalisio, M. R. (2020). Análise da gravidade da pandemia de Covid-19. Epidemiol. Serv. Saude, 29(2),e2020119. Recuperado de: http://scielo.iec.gov.br/pdf/ess/v29n2/2237-9622-ess-29-02-e2020119.pdf

Garcia, T. C. M., Morais, I. R. D., Zaros, L. G., & Rego, M. C. F. D. (2020). Ensino remoto emergencial: orientações básicas para elaboração do plano de aula. Natal: SEDIS/UFRN.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. São Paulo: Atlas, S/A.

Munster, V.J., Koopmans, M., Doremalen, N., van riel, D., & Wit, E. (2020). A novel coronavirus emerging in China - Key Questions for Impact Assessment. N Engl J Med, 382(8), 692-694. doi: 10.1056/NEJMp2000929

Oms. (2020) Rolling updates on coronavirus disease (COVID-19). OMS, 2020. Recuperado de: https://www.who. int/emergencies/diseases/novel-13 coronavirus-2019/ events-as-they-happen.

Palú J, Schütz JA, Mayer L. (2020). Desafios da educação em tempos de pandemia. Cruz Alta: Ilustração.

Pará. (2020). Decreto nº 777 de 23/05/2020. Dispõe sobre as medidas de distanciamento controlado, visando a prevenção e o enfrentamento à pandemia da COVID-19, no âmbito do Estado do Pará e revoga o Decreto Estadual n° 609, de 20 de março de 2020. Belém, PA.

Pará. (2020). Decreto nº 800, de 31 de maio de 2020. Institui o Projeto RETOMAPARÁ, dispondo sobre a retomada econômica e social segura, no âmbito do Estado do Pará, por meio da aplicação de medidas de distanciamento controlado e protocolos específicos para reabertura gradual e funcionamento de segmentos de atividades econômicas e sociais, e revoga o Decreto Estadual nº 729, de 05 de maio de 2020, e o Decreto Estadual nº 777, de 23 de maio de 2020. Belém, PA.

Pereira, J. T. (2017). Educação e sociedade da informação. In C. V., COSCARELLI, & A. E., RIBEIRO (Orgs). Letramento digital: aspectos sociais e possibilidades pedagógicas (13-24). Belo Horizonte: Ceale/Editora autêntica.

Pretto, N., Bonilla, M. H., & Sena, I. (2020). Educação em tempos de pandemia: reflexões sobre as implicações do isolamento físico imposto pela COVID-19. Salvador: Edição do Autor.

Sampaio, R. M. (2020). Práticas de ensino e letramentos em tempos de pandemia da COVID- 19. Research, Society and Development, 9(7), e519974430. doi: 10.33448/rsd-v9i7.4430

Santo, E. E., & Trindade, S. Dias. (2020). Educação a distância e educação remota emergencial: convergências e divergências. In D. P., Machado. Educação em tempos de COVID-19: reflexões e narrativas de pais e professores. Curitiba: Editora Dialética e Realidade.

Tomazinho, P. (2020, 5 Abril). Ensino Remoto Emergencial: a oportunidade da escola criar, experimentar, inovar e se reinventar. Medium. https://medium.com/@paulotomazinho/ensino-remoto-emergencial-a-oportunidade-da-escola-criar-experimentar-inovar-e-se-reinventar-6667ba55dacc

Unesco. (2020, Maio 26). UNESCO lança publicação com orientações sobre práticas educacionais

abertas durante a pandemia. Nações Unidas Brasil. https://brasil.un.org/pt-br/85867-unesco-lanca-publicacao-com-orientacoes-sobre-praticas-educacionais-abertas-durante-pandemia

Wen, C. L. (2019). Educação para saúde mental no cotidiano do mundo digital. Constr. psicopedag., 27(28), 5-18. Recuperado de: http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-69542019000100002&lng=pt&nrm=iso.

Published

18/10/2021

How to Cite

VIEIRA, J. L. .; CARDOSO, C. de N. A. .; SILVA, E. G. N. da . Remote learning in pandemic times: reflections on teaching practice. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 13, p. e470101321329, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i13.21329. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/21329. Acesso em: 4 dec. 2021.

Issue

Section

Education Sciences