Experiences of psychic suffering in undergraduate of the Engineering course

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26290

Keywords:

Mental health; Student health services; Technology.

Abstract

Objective: To understand, based on narratives, the experiences of psychic suffering experienced by students at the Technology Center at the Federal University of Ceará. Method: This is a research with a qualitative approach and an exploratory and descriptive nature, carried out in eleven undergraduate courses in Engineering at the Technology Center of the Federal University of Ceará. Semi-structured interviews were carried out and a focus group was constituted. The narratives were organized in knots and analyzed based on Bardin's discourse analysis. Results: 4 categories were formed from the ten nodes considered in the discourse analysis: Category 1: “grades”, “failure” and “stress”; Category 2: “teaching” and “relationship with teacher”; Category 3: “mental health”, “dropout”, “support” and “external support”; and Category 4: “being an engineering student”. Conclusion: It is necessary to propose preventive interventions, identification and care for the psychological distress of these students, in order to promote mental health and quality of life for students.

References

American Psychiatric Association (2014). Manual diagnóstico e estatístico de transtornos mentais: DSM-5. (5a ed).

Assis, A. D. & Oliveira, A. G. B. (2010). Vida universitária e saúde mental: atendimento às demandas de saúde e saúde mental de estudantes de uma universidade brasileira. Caderno Brasileiro de Saúde Mental, 2(5), 159-177.

Baptista, M. N., Souza, M. S. & Alves, G. A. S. (2008). Evidências de validade entre a escala de depressão (EDEP), o BDI e o Inventário de Percepção de Suporte Familiar (IPSF). Psico-USF, 13 (2), 211-220 http://pepsic.bvsalud.org/pdf/psicousf/v13n2/v13n2a08.pdf

Bardin, L. (2010). Análise de conteúdo. Edições 70.

Bertol, C. E. & Souza, M. de (2010). Transgressões e adolescência: individualismo, autonomia e representações identitárias. Psicol. Ciência e Profissão, 30 (4), 824-839 http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932010000400012&lng=pt&tlng=pt.

Brasil. (2012). Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução n.° 466, de 12 de dezembro de 2012. Aprovações normativas de pesquisas relacionadas a seres humanos. Ministério da Saúde. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/cns/2013/res0466_12_12_2012.html.

Castro, V. R. (2017). Reflexões sobre a saúde mental do estudante universitário: estudo empírico com estudantes de uma instituição pública de ensino superior. Rev. Gestão em Foco, 9, 380-401 https://portal.unisepe.com.br/unifia/wp-content/uploads/sites/10001/2018/06/043_saude_mental.pdf

Dantas, I. L.; Matos, D. L.; Moreira, J. J. S; Melo, E. V.; Costa, E. F. O., & Leite Neta, M. T. S. (2021). Relação entre saúde mental e vivência acadêmica dos estudantes de Engenharia de Alimentos e Engenharia Civil de uma universidade pública da região Nordeste. Research, Society and Development, 10, e48910313585-14.

Flach, L. (2009). Sofrimento psíquico no trabalho contemporâneo: analisando uma revista de negócios. Psicol. soc, 21 (2), 193-202.

Lage, M. C. (2010). Utilização do software NVivo em pesquisa qualitativa: uma experiência em EaD. ETD - Educação Temática Digital, 12, 198–226. https://doi.org/10.20396/etd.v12i0.1210

Lobato, C. R. P. S. (2004). O significado do trabalho para o adulto jovem no mundo do provisório. Rev. psicol. UnC, 1 (2), 44-53.

Melo Júnior, G. de; Oliveira Filho, R. M. de; Vieira, S. L.; Macedo, S. O. de; Furriel, G. P.; Silva, B. C. R., & Naves, J. S. (2020). Análise do ensino de Engenharia no Brasil: estudo de caso na região Centro-Oeste. Research, Society and Development, 9, e179119517.

Minayo, M. C. S. (1993). Pesquisa social teoria, método e criatividade Rio de Janeiro: Vozes.

Moro, A., Valle, J. B. do & Lima, L. P. de (2005). Sintomas depressivos nos estudantes de Medicina da Universidade da Região de Joinville (SC). Rev. Bras. Educ. Med, 29(2), 97-102 http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-55022005000200097&tlng=pt

Nogueira, M. J. C. (2017). Saúde mental em estudantes do ensino superior: fatores protetores e fatores de vulnerabilidade. Lisboa. Tese de doutorado, Universidade de Lisboa, Portugal.

Pope, C. & Mays, N. (2000). Qualitative research in health care. (2a ed.). BMJ Books.

Roncaglio, S. M. (2004). A relação professor-aluno na educação superior: a influência da gestão educacional. Psicol. Ciência e Profissão, 24 (2), 100-111 http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1414-98932004000200011&lng=pt&tlng=pt

Sampaio, S. M. R. (2011). Observatório da vida estudantil: primeiros estudos. EDUFBA.

Sarriera, J. C., Paradiso, Â. C., Schütz, F. F. & Howes G. P. (2012). Estudo comparativo da integração ao contexto universitário entre estudantes de diferentes instituições. Rev. Bras, 13 (2),163-172 http://pepsic.bvsalud.org/pdf/rbop/v13n2/04.pdf

Silveira, C., Norton, A., Brandão, I. & Roma-Torres, A. (2011). Saúde mental em estudantes do ensino superior experiência da consulta de Psiquiatria do Centro Hospitalar São João. Acta Med Port, 24 (2), 247-256.

Sousa, N. A. & Marques, I. R. (2010). Período de estudos e qualidade de vida do estudante de enfermagem. Rev. bras. qual. vida, 2 (2), 1-8.

Sousa, T. F. de, José, H. P. M. & Barbosa, A. R. (2013) Risk behaviors to health in Brazilian college students [Condutas negativas à saúde em estudantes universitários brasileiros]. Cienc. e Saude Coletiva, 18 (12), 3563-3575 http://www.scopus.com/inward/record.url?eid=2-s2.0-84888158719&partnerID=40&md5=96f6e074c8bfeadb1921aca09f79992b.

Published

19/02/2022

How to Cite

BEZERRA, J. E. M. S.; JORGE, M. S. B. .; FERNANDES, C. E. R. .; MENDES, L. C. B. .; MACHADO, D. G. .; ARAGÃO, J. A. M. . Experiences of psychic suffering in undergraduate of the Engineering course. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e20711326290, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26290. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26290. Acesso em: 19 jun. 2024.

Issue

Section

Health Sciences