Educational Practices in Oral Health for Adolescents: an integrative review

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i3.26653

Keywords:

School; Teenagers; Educational practices; Oral health education; Health promotion.

Abstract

The educational environment has an important influence on the health of adolescents, becoming an appropriate environment for the development, support and promotion of projects that lead to health, especially oral health, becoming an appropriate space for the construction of healthy habits, when incorporated into a daily-didactic program or project. Thus, the present study is an integrative review that aims to analyze how educational practices in oral health carried out with schoolchildren contribute to changing habits in relation to oral hygiene in adolescents. For this, an integrative review study was carried out between July and December 2021 based on national and international journals addressing issues related to the topic. The databases consulted were: 1. CAPES - Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel and 2. LILACS - Latin American and Caribbean Literature on Health Sciences. The research involved the following combinations of keywords: (a) oral health AND educational practices AND school; (b) oral health AND educational practices AND adolescents; (c) oral health promotion AND adolescents. From the definitions, criteria and combinations of keywords defined for the study, 363 publications were located. The final sample consisted of 10 articles. It is concluded, therefore, that the educational practices in oral health carried out with schoolchildren determine a positive result in the promotion of oral health for adolescents, reflecting in the increase of their awareness regarding the importance of oral health care.

References

Lopes, I. E., Nogueira, J. A. D. & Rocha, D. G. (2018). Eixos de ação do Programa Saúde na Escola e Promoção da Saúde: revisão integrativa. Saúde em Debate. 42: 773-789.

Brasil. Ministério da Saúde. (2014). Portaria n° 2.446, de 11 de novembro de 2014. Redefine a Política Nacional de Promoção da Saúde (PNPS).

Brasil. Ministério da Saúde. (2014). Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde na escola – Cadernos de Atenção básica n. 24. Brasília.

Macedo, L. R, Dos Santos, P. K. T, Degli Esposti, C. D, De Carvalho, R. B & Pacheco, Filho A. C. (2017). Promoção de saúde bucal para pré-escolares: relato de experiência. Revista Ciência em Extensão.13(4):128-139.

Souza, L. G. S, Oliveira, L. D, Dos Santos, C., Pereira, A. K. G, Dahan C. M, França, T. B & Costa P. V. B. (2021). A importância da saúde bucal para crianças em fase escolar. Revista de Odontologia da Braz Cubas. 11(1):1-15.

Corrêa, L. L. G, Sousa, M. D. L. R. D, Frias, A. C &Antunes, J. L. F. (2020). Fatores associados à cárie dentária em adolescentes: um estudo transversal, estado de São Paulo. Epidemiologia e Serviços de Saúde; 29.

Araújo, M. V. A, Barriga, A. L. C, Emmi, D. T, Pinheiro, H. H. C & Barroso, R. F. F. (2017). Prevalência de cárie dentária, autopercepção e impactos em saúde bucal em adolescentes na ilha do Marajó–Pará. Revista Digital APO.1(1):11-17.

Silva, E. K. P. D et al. (2018). Saúde bucal de adolescentes rurais quilombolas e não quilombolas: um estudo dos hábitos de higiene e fatores associados. Ciência & Saúde Coletiva. 23: 2963-2978.

Whittemor, E. R., & Knafl, K. A. (2015) Revisão integrativa: metodologia atualizada. Jornal de enfermagem avançada. 52(5): 546-553.

Pereira, et al. (2018). A promoção da saúde bucal no contexto escolar: uma revisão integrativa. Revista Expressão Católica Saúde. 2(2): 09-16.

Santos, et al. (2019). O impacto positivo na promoção de saúde bucal em jovens adolescentes. Rev. Salusvita (Online). 1001-1017.

Silva, C. H. F. D, Carneiro, S. V, Melo, E. A. C & Dantas, E. S.(2019). Avaliação dos Efeitos da Educação em Saúde sobre o Conhecimento e Comportamento de Higiene Bucal de Escolares. Rev. bras. ciênc. Saúde. 215-222.

Rodrigues, C. A. L & Sá-Silva, J. R. (2020). Conhecimentos e práticas em saúde bucal na escola: relato de experiências. REAMEC-Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática.8(1): 403-416.

Silva, A. H. D, Rossoni, E. & Santos, U. E. L. D. (2018). Práticas educativas em saúde bucal em uma escola de ensino fundamental de Sapucaia do Sul. Periodontia. 7-13.

Santos, Joia, L. Mendes, A. A., Daré, M. F, Fonseca, L. M. M. & Domingues, A. N. (2020). Práticas educativas do enfermeiro no contexto da saúde escolar: Revisão integrativa da Literatura. Revista Brasileira Multidisciplinar. 23(2Supl.): 115-126.

Resende, T. A. C et al. (2019). Ações extensionistas em saúde bucal na rede pública de ensino de Belo Horizonte, MG, Brasil. Arquivos em Odontologia. 55.

Nunes, F. S, dos Santos, V. V. & Martins Filho, P. R. S. (2020). Multiplicando Saberes: Ampliando os Cuidados em Saúde Bucal. Relato de Experiência de um Projeto de Extensão Universitária. Tempus – Actas De Saúde Coletiva. 13(3): 183-190.

Salles, G. N et al. (2021). Influência de escolares participantes de um programa de educação nas práticas diárias de saúde bucal em seu ambiente familiar. Semina: Ciências Biológicas e da Saúde. 42(2): 145-154.

Ferreira, I. D. R. C., Archegas, L. R. P, Feger, J. E & De Sousa, G. A. (2020). Saúde bucal na escola: uma experiência extensionista. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão.17(35): 126-137.

Published

06/03/2022

How to Cite

MOURA, J. A.; COUTINHO, M. P. A. Educational Practices in Oral Health for Adolescents: an integrative review. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 3, p. e52411326653, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i3.26653. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/26653. Acesso em: 20 jun. 2024.

Issue

Section

Review Article