Teaching internship and PIBID: an experience of initial training of literacy teachers

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29190

Keywords:

Teaching; Initial teacher training; Alphabetization; Literacy.

Abstract

The present article intends to impart a teaching experience developed throughout training actions with undergraduate students of Pedagogy course who are members of the Institutional Program Initiation of Scholarship to Teaching (PIBID), in 2019, seeking the initial training of literacy teachers. It was carried out three training meetings, fortnightly, based on the theoretical framework of authors who discuss the relationship of interdependence and inseparability between the processes of al alphabetization and literacy. The unfolding of these activities occurred as follows: initially by explanations and reflections of the concepts of alphabetization and literacy, followed by the demonstration of a didactic sequence with the objective of learning written language and, finally, the elaboration by the undergraduate students of another didactic sequence with the same purpose. Our meetings resulted in this didactic product, which was organized as a booklet for the use and assistance of undergraduate students in the process of teaching and learning the written language of children who are in the beginning of elementary school. In view of all the work carried out, the relevance of the development of experiences, involving teaching, research and extension, to strengthen the initial training of teachers able to teach Brazilian children to write and read, and to use these skills in the most diverse situations of the daily life.

References

Brasil. (2020). Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – PIBID. Edital nº 2/2020. Processo nº 23038.018672/2019-68. Brasília, 2020. Disponível em: https://capes.gov.br/images/novo_portal/editais/editais/06012019-EDITAL-2-2020-PIBID.pdf. Acesso em: 30 jun. 2020.

Brasil. (2015). Resolução nº 2, de 1º de julho de 2015. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/agosto-2017-pdf/70431-res-cne-cp-002-03072015-pdf/file. Acesso em: 30 jun. 2020.

Brasil. (2019). Censo da Educação Superior 2019. Divulgação dos dados. Disponível em: https://download.inep.gov.br/educacao_superior/ censo_superior/documentos/2020/Apresentacao_Censo_da_Educacao_Superior_2019.pdf. Acesso em: 24 maio 2021.

Colello, S. M. G. (2012). A escola que (não) ensina a escrever. Summus.

Forpibid. (2016). Fórum Nacional dos Coordenadores do PIBID. Carta do Forpibid: contra a opressão e pela coragem de formar professores. Brasília, 27 de abril de 2016. Disponível em: http://www.furb.br/proen/pibid/web/cartadopibid.pdf. Acesso em: 08 jun. 2021.

França, M.& França, E. (1986). A boca do sapo. [S.l]. São Paulo: Ática.

Gatti; B. A.; André, M.E.D.A.; Gimenes, N.A.S. & Ferragut, L.; (2014). Um estudo avaliativo do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid). FCC. Fundação Carlos Chagas. São Paulo: FCC; SEP.

Geraldi, J. W. (2011). Alfabetização e letramento: Perguntas de um alfabetizador que lê. In: ZACCOR, E. (Org.). Alfabetização e letramento: o que muda quando muda o nome? Rio de Janeiro: Rovelle.

Gil, A. C. (2019). Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. (7a ed.), Atlas.

Gontijo, C. M. (2008). A escrita infantil. São Paulo: Cortez.

Lavor, F. I. G; Cesar, D. S.; Moraes, S. V.; Leite, M.D; Lavor, L. H.; Neto; J. N. O.; Teixeira, M. R. B..; Marques, A. T.; Silva, L. J.; Araújo, W. A.; Belchior, S. M. S; Meneses, J. C. B. C & Neto, O. L. S. (2022). As contribuições da pedagogia para o texto literário a partir das percepções de escrita literária infantojuvenil. Research, Society and Development. v. 11, n. 6.

Maccariello, M.C. (2008). A construção coletiva da escola: consciência, representação e prática social. In: ________ Grispun, M.O.S.Z. Supervisão e orientação educacional: perspectivas de integração na escola. 4ª Ed.ampl. São Paulo: Cortez, p. 49-50.

Martins, A.C.F. & Bortolanza, A.M.E. (2021). A leitura literária na educação infantil: análise de narrativas escritas por uma professora. Revista Ciranda. v. 5, n. 1, p. 55-76. Montes Claros.

Marx, K. (1989). O capital. Crítica a economia política. O processo de produção do capital. Livro I. Vol. 1. São Paulo: Difel.

Mortatti, M. R. L. (2007). Letrar é preciso, alfabetizar não basta... mais? In: Scholze, Lia; Rösing &Tania M. K. (Orgs.) Teorias e práticas de letramento. Brasília. DF. INEP. UPF.

Pimenta, S.G. (2005). “Professor reflexivo: construindo uma crítica” In: Pimenta, S.G. & Ghedin, E. Professor reflexivo no Brasil: gênese e crítica de um conceito. São Paulo: Cortez, p. 17-52.

Ramos, F. B. & Panozzo, N. S. P. (2005). Acesso a embalagem do livro infantil. Revista do Centro de Ciências da Educação. v. 23, p.115-130. Jan-Jul.

Rocha, R. (2010). Como se fosse dinheiro. São Paulo: Salamandra.

Santos, L. S.; Leal, N. S.; Maia, K. P. C.; Sousa, E. P.; Silva, V. F. G.; Boaventura, A. B. C. F. & Barbosa, A. M.B. (2020). A importância da literatura infantil no processo de formação do leitor. Amazonlivejournal. v. 2, n. 4, p. 1-09.

Severino, A.J (2018). Metodologia do trabalho científico. Ed. Contez.

Soares, M. (2004). Letramento e alfabetização: as muitas facetas. Revista Brasileira de Educação. n. 25, p. 5-17, Jan/Fev/Mar/Abr.

Soares, M. (2017). Letramento: um tema em três gêneros. Belo Horizonte: Autêntica.

Soares, M. (2018). Alfabetização: a questão dos métodos. São Paulo: Contexto.

Soares, M. (2020). Alfaletrar: toda criança pode aprender a ler e a escrever. São Paulo: Contexto.

Soares, M. (2020). Alfaletrar: toda criança pode aprender a ler e a escrever. São Paulo: Contexto. Resenha de Mainardes, J.; Silva, M.C & Cartaxo. Práxis Educativa. v. 15, p. 1-6. Ponta Grossa.

Published

01/05/2022

How to Cite

TREVIZOLI, D. M. .; LUCAS, M. A. O. F. .; ARRAIS FIGUEIREDO LACANALLO ARRAIS , L. F. L. . Teaching internship and PIBID: an experience of initial training of literacy teachers. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e40911629190, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29190. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29190. Acesso em: 25 may. 2022.

Issue

Section

Education Sciences