Collaborative learning in higher education: literature review in analysis of a collaborative musical practice

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.29263

Keywords:

Theaching; Music education; Collaborative learning; Literature review; Higher education.

Abstract

The general objective of this article was to discuss the characteristics and theoretical foundations of Collaborative Learning carried out in an educational practice with academics in initial training who participated in an Extension Course in the area of ​​music at the State University of Maringá. The methodology was a case study with a qualitative approach in 11 observations participating in the Collaborative Pedagogical Training Laboratory. We bring to this article a literature review that addresses the characteristics of Collaborative Learning and that underlie the observed and analyzed practice. Academics who participated in collaborative music practice pointed out that Collaborative Learning is a freshness for education that seeks innovative methodologies more compatible with the collaborative nature of the arts. They pointed out the importance of the teacher to mediate the process so that the students share their ideas, opinions, creativity, stimulating the participation and engagement of all in the construction of their learning. When conducting this process, attention and respect to each speech, idea and opinion is needed. This experience contributes to the construction of a theoretical study in higher education about ways of learning and making music in different teaching contexts through interaction with colleagues and mediated by the teacher.

References

Alves, P. T. O; Rocha, L. L. (2020). O skate na educação física escolar: possibilidades colaborativas de aprendizagem. Revista Ensino em Perspectivas, Fortaleza, 2(3), 1-9.

Bezerra, I. de T. M. (2017). Aprendendo a ensinar coletivamente: A Aprendizagem Colaborativa na Musicalização Infantil na UFPB. In: Conferência Regional Latino Americana de Educação Musical, 11., 2017, Natal, Melbourne: Isme.

Carneiro, L.A; Garcia, L. G; Barbosa, G. V. (2020). Uma revisão sobre aprendizagem colaborativa mediada por tecnologias. Revista Desafios, 7(2).

Carvalho, A. B. G. (2017). Professores da educação básica nas redes: práticas e percursos de autoria e colaboração. Hipertextos Revista Digital, 17, 97-119.

Cernev, F. K. (2015) Aprendizagem musical colaborativa mediada pelas tecnologias digitais: motivação dos alunos e estratégias de aprendizagem. 243f. Tese (Doutorado Música - Educação Musical), Programa de Pós-graduação em Música, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Cernev, F. K. (2021). O estágio supervisionado nos cursos de licenciatura em música: discutindo a aprendizagem colaborativa para a formação docente na contemporaneidade. Revista Orfeu, 6(1), 2-18.

Gaunt, Helena; Westerlund, Heidi. (2016). Collaborative learning in Higher Music Education. Routledge.

Goodsell, A. S., & et al. (1992). Collaborative learning: a sourcebook for Higher Education. National Center on Postsecondary Teaching, Learning and Assessment, University Park, PA.

Klein, E. L.; Vosgerau, (2018). D. S. R. Possibilidades e desafios da prática da aprendizagem colaborativa no ensino superior. Revista Educação, Santa Maria, 43(4), 667-698.

Machado, D. A. O. Aprendizagem criativa-colaborativa e liderança musical: princípios e práticas. 2017. 107f. Dissertação (Mestrado em Música – Educação Musical) - Programa de pós-graduação em Música, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2017.

Moreira, J. A. M; Henriques, S. Barros, D. (2020). Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia. Revista Dialogia, São Paulo, 34, 351-364.

Neves, F. M; Jung, H. S. (2020). Aprendizagem colaborativa entre educadores e famílias: o fazer pedagógico significativo em tempos de pandemia. SEFIC, Universidade La Salle.

Portela, N.; Couto, L. B. (2021). Ensino do teatro na abordagem triangular: uma aprendizagem colaborativa. In: Congresso Nacional de Educação – Conedu, 7. Maceió: CEMEP.

Renshaw, P. (2016). Collaborative learning: A catalyst for organizational development in higher music education. In Gaunt, H.; Westerlund, H. (Eds.). Collaborative learning in higher music education. Routledge. 237-246.

Santos, R. M. R. dos. (2008). O Processo de colaboração na educação online: interação mediada pelas tecnologias de informação e comunicação. 174 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Católica Dom Bosco, Campo Grande.

Santos, W. S; Ferrete, A. A. S. S; Alves, M. M. S. (2020). A produção do conhecimento sobre facebook e educação no portal de periódicos da capes: relatos de experiências docentes. Revista Exitus, Santarém/PA,10, 01-28.

Smith, B. L.; Macgregor, J. (1992). What is Collaborative Learning? In: Goodsell, A. S. & et al. Collaborative learning: a sourcebook for Higher Education. National Center on Postsecondary Teaching, Learning and Assessment, University Park, PA.

Torres, P. L. (2007). Laboratório on-line de aprendizagem: uma experiência de aprendizagem colaborativa por meio do ambiente virtual de aprendizagem. Cadernos do CEDES, UNICAMP, 27, 335-352.

Torres, P. L. Irala, E. A. (2014). F. Aprendizagem Colaborativa: Teoria e Prática. In: Torres, P. L. (Org.). Metodologias para a Produção do Conhecimento: da concepção à prática. (1ª ed.), Curitiba: SENAR-PR, 1, 61-93.

Trindade, G. M; Fernades, F. P; Barbosa, L. S. O; Souza, D. R. (2020). O uso do Jogo Digital Minecraft para Estimular o Pensamento Computacional e a Aprendizagem Colaborativa no Ensino Fundamental I: Um Relato de Experiência. Workshop de Informática na Escola, 26. Natal: CBIE.

Troncareli, M. Z.; Faria, A. A. (2014). A aprendizagem colaborativa para a interdependência positiva no processo ensino aprendizagem em cursos universitários. Revista Educação, Santa Maria, 39(2), 427-444.

Published

17/05/2022

How to Cite

CHINAGLIA, A. P. .; PAULA, E. M. A. T. de. Collaborative learning in higher education: literature review in analysis of a collaborative musical practice . Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e11611729263, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.29263. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29263. Acesso em: 3 jul. 2022.

Issue

Section

Education Sciences