Municipal education and induction policies: the visible and the invisible

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i6.29409

Keywords:

Education quality index; Escola nota 10 award; Municipal networks; Large-scale evaluations; Financial resources; Teaching.

Abstract

The article aims to analyze whether the creation of the Education Quality Index (IQE) and the Escola Nota 10 Award has repercussions on the school networks of three small municipalities in Ceará: Cariré, Pires Ferreira and Mucambo. The period analyzed is from 2012 to 2018, when these accountability mechanisms were already in place. It is characterized as a qualitative research, descriptive and explanatory and uses multiple case studies. Quantitative data were obtained from the Statistical Synopses of Basic Education, published annually by the National Institute for Educational Studies and Research Anísio Teixeira as a result of the School Census collection, and semi-structured interviews were applied to a group of subjects who work in municipal education in the three networks. It was found that in the three municipalities, the management of the school network has a strong presence of the logic of results in external evaluations with a view to improving the performance of students in Spaece and Saeb and this purpose has led to a set of evaluation actions developed by schools. The infrastructure conditions of municipal schools improved significantly, although the deponents were not able to inform whether the invested resources came from the share of ICMS tax. It was also found that, although the redistribution of the share of ICMS tax in Ceará reaches higher financial values for small municipalities, such as the three studied, the Escola Nota 10 Award is the initiative that makes the results more tangible and visible in the community, having more social repercussions.

Author Biography

Eloísa Maia Vidal, Universidade Estadual do Ceará

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Ceará. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual do Ceará. Vice-líder do Grupo de Pesquisa Política Educacional, Gestão e Aprendizagem – GPPEGA/UECE.

References

Araújo, K. H., Leite, R. H., & Andriola, W. B. (2019). Prêmios para escolas e professores com base no desempenho acadêmico discente: a experiência do estado do Ceará (Brasil), Revista Linhas. Florianópolis, 20(42), p. 303 - 325.

Araújo, Karlane Holanda. (2020). O Prêmio Escola Nota Dez e suas implicações à subjetividade das crianças do 2º do ensino fundamental do estado do Ceará. - Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará.

Bardin, L. (2010). Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2010.

Barroso, C. C. (2015). Impacto da cota parte do ICMS sobre os resultados educacionais nos munícipios cearenses [Dissertação de mestrado]. Universidade Federal do Ceará.

Bonamino, A., Mota, M. O., Ramos, M. E. N., & Correa, E. V. (2019). Arranjo institucional de implementação do PAIC e burocratas de médio escalão. In G. Lotta (Ed.), Teoria e análises sobre implantação de políticas públicas no Brasil (pp. 193-223).

Brandão, J. (2014). O rateio de ICMS por desempenho de municípios no Ceará e seu impacto em indicadores do sistema de avaliação da educação [Dissertação de mestrado]. Fundação Getúlio Vargas.

Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil.

Brasil. (1996). Lei 9.394. Estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional.

Brasil. (2014). Lei 13.005. Aprova o Plano Nacional de Educação - PNE e dá outras providências.

Brooke, N. (2006). O futuro das políticas de responsabilização educacional no Brasil. Cadernos de Pesquisa, 36(128), 377-401.

Ceará. (2007). Lei nº 14.023. Modifica dispositivos da Lei n°. 12.612, de 7 de agosto de 1996, que define critérios para distribuição da parcela de receita do produto e arrecadação do Imposto Sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação – ICMS, pertencente aos municípios e dá outras providências.

Ceará. (2009). Lei nº 14.371. Cria o Prêmio Escola Nota Dez, destinado a premiar as escolas públicas com melhor resultado no Índice de Desempenho Escolar - Alfabetização (IDEALFA), e dá outras providências.

Ceará. (2015). Lei nº 15.922, de 15 de dezembro de 2015, art. 1º altera o inciso II do art. 1º da Lei nº 12.612, de 7 de agosto de 1996, que não havia sido alterado pela Lei de 2007, associando 18% da cota-parte aos resultados do 2º, 5º e 9º ano do ensino fundamental e dá outras providências.

Ceará. (2012). Regime de Colaboração para a garantia do direito à aprendizagem: o Programa Alfabetização na Idade Certa (PAIC) no Ceará. Fortaleza: SEDUC.

Ceará. (2013). Manual de aplicação de recursos financeiros do Prêmio Escola Nota Dez. Fortaleza: SEDUC.

Ceará. (2018). Indicadores Econômicos do Ceará. IPECE- Fortaleza – CE.

Ceará. (2019). Indicadores Econômicos do Ceará IPECE - Fortaleza - CE

Ceará, (2020) Indicadores Econômicos do Ceará. IPECE, Fortaleza – CE. Nota Técnica nº 73

Costa, A. G. (2020). A política educacional cearense no (des)compasso da accountability [Dissertação de Mestrado]. Universidade Estadual do Ceará.

Costa, A. G., & Ramos, J. F. P. (2020). Regime de colaboração e educação no Ceará: o Paic no fomento a uma nova cultura de gestão. Revista Eletrônica Científica Ensino Interdisciplinar, 16, 111-131.

Costa, A. G., & Vidal, E. M. (2020). Accountability y regulación de la educación básica municipal en el estado de Ceará – Brasil. Revista Iberoamericana de Educación, 83(1), 121-141.

Costa, A. G., & Vidal, E. M. (2021). Prêmio Escola Nota Dez no estado do Ceará: concessão, ajustes e responsabilização. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, 102, 415-436.

Dalfovo, M. S., Lana, R. A., & Silveira, A. (2008). Métodos quantitativos e qualitativos: um resgate teórico. Revista interdisciplinar científica aplicada, 2(3), 1-13.

IBGE. (2020). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades e Estados.

Irffi, G. Simões, A. A., Carneiro, D., Silva, C. (2021). Impacto educacional do mecanismo de repartição da quota-parte do ICMS com os municípios do estado do Ceará. Cadernos de estudos e pesquisas em políticas educacionais, 3(4), 163-197.

Lima, A. C. (2006). O Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceara (Spaece) como expressão da política pública [Dissertação de mestrado]. Universidade Estadual do Ceará.

Mendes, M., Miranda, R. B., & Cosio, F. B. (2008). Transferências intergovernamentais no Brasil: diagnóstico e proposta de reforma. Texto para Discussão, Consultoria Legislativa do Senado Federal, Brasília, 40.

Nogueira, C. A. G. (2012). Efeitos distributivos das políticas públicas: o caso da nova metodologia de cálculo da cota parte do ICMS do Ceará. Revista FSA, Teresina, n. 9, p. 55-6.

Petterini, F. C., & Irffi, G. D. (2013). Evaluating the impact of a change in the ICMS tax law in the state of Ceará in municipal education and health indicators. Economia, 14(3-4), 171-184.

Simões, A. A., Araújo, E. A. (2019). O ICMS e sua potencialidade como instrumento de política educacional. Cadernos de estudos e pesquisas em políticas educacionais, 3, 9-64.

Unesco. (1990). Declaração Mundial sobre Educação para Todos: satisfação das necessidades básicas de aprendizagem. Jumtien: Unesco.

Vieira, S. L., & Vidal, E. M. (2018). Ceará 2050: diagnóstico do setor educação. Fortaleza: Seplag, 2018.

Vieira, S. L., Plank, D. N., & Vidal, E. M. (2019). Política Educacional no Ceará: processos estratégicos. Educação & Realidade, 44(4).

Yin, R. K. (2015). Estudo de Caso: Planejamento e métodos. Bookman editora.

Published

07/05/2022

How to Cite

GOMES, L. M. .; VIDAL, E. M. . Municipal education and induction policies: the visible and the invisible. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 6, p. e50911629409, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i6.29409. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29409. Acesso em: 28 may. 2022.

Issue

Section

Education Sciences