Playful strategy for teaching themes: reproductive organ, contraceptive and sexually transmitted methods in high school in Santarém-Pará

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i10.31416

Keywords:

Biology; Games; Differentiated methodology; Teaching; Pedagogical practice.

Abstract

Playfulness is capable of providing, in the school environment, a space for integration, which encourages the student to be more participatory, encouraging him to build his knowledge. In this context, the present work aimed to identify the contributions of the game "Corrida dos spermatozoides" associated with expository classes for the teaching of biology to students of the second year of high school. The project was developed in the public school of education in the city of Santarém-PA. In 2nd grade high school classes. Playful strategies were worked with expository samples and games. Initially, a pre-test was applied containing ten objective questions, in order to verify the students' prior knowledge on the subject, after the playfulness a post-test was applied. It was observed through the applications of the project, that the use of playful strategies provided a space for interaction, motivation and creativity, enabling the construction of knowledge in a collective way and establishing ways to explore other spaces, transforming the classroom into a place of generation of knowledge.

Author Biographies

Jéssica Tayanne Ramos Azevedo, Faculdade Legale

 

 

Andrey Camurça da Silva, Secretaria Municipal de Educação

 

 

Rômulo Jorge Batista Pereira, Universidade Federal do Oeste do Pará

 

 

References

Azevedo, M. M. R., Vieira, D. D. S. S., Hager, A. X., Vieira, J. C., Vieira, A. C., Sousa, E. T. F., & Pereira, R. J. B. (2021). Kahoot como estratégia lúdica no ensino-aprendizagem da Biologia Celular. Research, Society and Development, 10(12), e159101219049. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i12.19049

Camargo, P. da S. A. S. & Rosa, E. de C. (2013). A ludicidade como estratégia pedagógica na educação de jovens e adultos – EJA. Mimesis, 34(2), 219-232. https://secure.unisagrado.edu.br/static/biblioteca/mimesis/mimesis_v34_n2_2013_art_05.pdf

Condé, F. N. (2001) Análise empírica de itens (Relatório técnico). Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Brasília, DF.

Cruz, J. M. de O. (2008). Processo de ensino-aprendizagem na sociedade da informação. Educação & Sociedade, 29(105), 1023-1042. http://www.cedes.unicamp.br

Duarte, C. T. de S., Dorabiato, M. D., Azevedo, M. M. R., & Hager, A. X. Estratégia lúdica no processo de ensino-aprendizagem da biologia no ensino superior (Cap. 5). In: Siebert, P. R.; Sousa, G. dos S. de.; Siebert, T. H. R. (ORGS.), Pesquisas e reflexões sobre o ensino de ciências e matemática na região do Baixo Amazonas (pp. 83-100). Belém-PA: RFB. https://doi.org/10.46898/rfb.9786558891147.5

Espírito Santo, H., & Daniel, F. (2017). Calcular e apresentar tamanhos de efeito em trabalhos científicos (1): como protegido do P<0,05 na análise de diferenças de médias de dois grupos (Calculando e relatando tamanhos de efeito em artigos científicos (1): P<0,05 Limitações na análise de Diferenças Médias de Dois Grupos). Revista Portuguesa de Investigação Comportamental e Social, 1(1), 3-16. https://repositorio.ismt.pt/bitstream/123456789/429/1/RPICS_vol1_1_2015_HES_FD_TDE_3_17.pdf.

Fenner, A. L., & Corbari, A. T. (2005). O conhecimento prévio do aluno: um alicerce para a aprendizagem significativa de língua estrangeira. Tempo da Ciência, 12(24), 09-15. https://e-revista.unioeste.br/index.php/tempodaciencia/article/view/443/358

Hair, J. F., Black, W. C., Babin, B. J., Anderson, R. E., & Tatham, R. L. (2009). Análise multivariada de dados. (6a ed.), Bookman.

Köche, J. C. (2011). Fundamentossde Metodologia Científica-Teoria da Ciência e iniciação à pesquisa. Vozes Ltda.

Leite, V. R., Antunes, A., & Faria, J. C. (2012). Neurogame–sacudindo os neurônios: proposta pedagógica lúdica no ensino de ciências. Enciclopédia Biosfera, 8(15).

Moreira, M. A. (2011). Aprendizagem significativa: a teoria e textos complementares. Editora Livraria da Física.

Pereira, M. E. C., Costa, T. A., & Oliveira, B. C. D. (2018). Estratégias lúdicas: repensando o processo de ensino-aprendizagem de ciências. 7º Congresso Ibero-Americano em investigação qualitativa. Atas CIAIQ2018, 1.https://proceedings.ciaiq.org/index.php/ciaiq2018/article/view/1647/1600

Pereira, M. E. D. C., Jurberg, C., & Borba, C. D. M. (2015). A construção de estratégia lúdica para o ensino de biossegurança. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, 14(3), 295-311. https://www.arca.fiocruz.br/bitstream/icict/14910/2/cintia_borba_etal_IOC-2015.pdf

Pereira, R. J. B., Azevedo, M. M. R., Sousa, E. T. F., & Hager, A. X. (2020). Método tradicional e estratégias lúdicas no ensino de Biologia para alunos de escola rural do município de Santarém-PA. Experiências em Ensino de Ciências, 15(02), 106-123.

Pires, M. C., Castro, M. B., Lieber, Z. V., Menezes, T. P., & AOKI, R. (2018). Estatística não paramétrica básica no software R: uma abordagem por resolução de problemas. Departamento de estatística. Universidade Federal de Minas Gerais.

Rabelo, M. (2013). Avaliação educacional: fundamentos, metodologia e aplicações no contexto brasileiro. Rio de janeiro: SBM, 29, 30-31.

Reis, V. R. (2014). Ensino em ciências: a avaliação da aprendizagem por meio do jogo didático. Monografia (Pós Graduação em Ensino de Ciências). Pólo de Araras, Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Câmpus Medianeira.

Santos, D. N., & Guaresi, R. (2014). Realidade e tendências no ensino de biologia no brasil: análise de conhecimento vocabular em fragmento de livro didático por estudantes de 1º ano do ensino médio. Revista Virtual Lingu@ Nostr@, 2(1), 32-48.

Sousa, C. L. de, Duarte, C. T., Azevedo, M. M. R., Hager, A. X, Figueira, A. A., Pacheco, A., & Lages, S. M. (2022). Estratégia lúdica no processo de ensino e aprendizagem de Ciências na escola pública de Santarém-PA. Research, Society and Development, 11(1), e13011124364. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i1.24364

Sousa, E. T. F., Azevedo, M. M. R., Hager, A. X., de Oliveira Brito, A. E., da Silva, L. P., Pereira, R. J. B., & Pereira, K. P. (2021). Estratégia lúdica como mediador de ensino em genética em escola da rede pública. Research, Society and Development, 1013), e261101320939. http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v10i13.20939

Published

03/08/2022

How to Cite

DORABIATO, M. D. .; AZEVEDO, M. M. R. .; DUARTE, C. T. de S. .; HAGER, A. X.; AZEVEDO, J. T. R. .; SILVA, A. C. da .; PEREIRA, R. J. B. .; GÓES, A. K. . Playful strategy for teaching themes: reproductive organ, contraceptive and sexually transmitted methods in high school in Santarém-Pará. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 10, p. e350111031416, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i10.31416. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/31416. Acesso em: 3 oct. 2022.

Issue

Section

Teaching and Education Sciences