Knowing Lean Healthcare and its main characteristics: proposition of a conceptual model from the scientific literature

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i10.32699

Keywords:

Waste; Patients; Hospitals.

Abstract

Hospitals are complex organizations whose functioning requires both technical and administrative activities. The hospital's raison d'être is to ensure quality in patient care. A viable way to achieve this objective is the correct use of the Lean Healthcare Philosophy, which is derived from the techniques of the Toyota Production System. The present study aims to highlight Lean Healthcare and its characteristics through a conceptual model built from the scientific literature. The study consists of an explanatory and descriptive research with a qualitative approach. In addition, bibliographic research was used to support the article. The results indicate that the success of Lean Healthcare is strongly associated with the participation of people, the creation of an organizational culture focused on continuous improvement. In addition, the correct use of Lean tools was also seen as a conditioning factor for the success in the practice of this philosophy. These situations, together with the employees' attitudes towards continuous improvement, represent the necessary inputs for the Lean Healthcare process to work properly. Depending on the conceptual model proposed, this will lead to the improvement of hospital processes, the finding of pertinent solutions to the hospital's problems, the creation of value for patients in each task performed and the productive use of resources. Thus, the results generated in this perspective are the reduction of waste, the improvement in the services provided, the reduction of costs and, therefore, the increase in the hospital's results.

References

Arboit, E. L., et al. (2020). A cultura de segurança do paciente na perspectiva multiprofissional. Research, Society and Development, 9(5), 1 – 18.

Barreto, K. O., et al. (2022). Benefícios do Lean Healthcare em um centro de especialidades médicas. Brazilian Journal of Development, 8(1), 6771 -6789.

Bertani, T. M. (2012). Lean Healthcare: recomendações para implementações dos conceitos de produção enxuta em ambientes hospitalares. Dissertação de Mestrado, Universidade de São Paulo, SP, Brasil. https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18156/tde-29102012-235205/pt-br.php#:~:text=Lean%20healthcare%3A%20recomenda%C3%A7%C3%B5es%20para%20implanta%C3%A7%C3%B5es,conceitos%20de%20produ%C3%A7%C3%A3o%20enxuta...&text=O%20sistema%20de%20produ%C3%A7%C3%A3o%20que,setor%20de%20bens%20e%20servi%C3%A7os.

Borges, N. S. D. S. C., da Silva, R. O., & Nascimento, D. (2020). Gestão participativa e padronização em espaços pedagógicos: percepção dos integrantes de uma instituição de educação profissional e tecnológica. Interfaces da Educação, 11(32), 79-105.

Braga, F. C. S. A. G., et al. (2021). O impacto da metodologia Lean para melhorar a segurança do paciente em hospitais. Research, Society and Development, 10(13), 1 – 12.

Brandão, R. V., Araújo, I. S., & Veit, E. A. (2010). Introdução a modelagem científica. UFRGS, 2010.

Carvalho, A. C. G. (2022). Análise do desenvolvimento de modelos mentais a partir da contribuição de atividades investigativas. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Ilha Solteira, Brasil. https://repositorio.unesp.br/handle/11449/216824

Castaldi, M., Sugano, D., Kreps, K., Cassidy, A., & Kaban, (2016). J. Lean philosophy and the public hospital. Perioperative Care and Operating Room Management, 3, 25 – 38.

Cavallini, M. E., & Bisson, M. P. (2010). Farmácia hospitalar: um enfoque em sistemas de saúde. Barueri: Manole.

Chrusciak, C. B. (2021). Framework conceitual para aplicação do lean healthcare considerando fatores humanos. Dissertação de Mestrado, Pontifícia Universidade Católica do Paraná, Curitiba, Brasil. https://www.researchgate.net/publication/350153705_FRAMEWORK_CONCEITUAL_PARA_APLICACAO_DO_LEAN_HEALTHCARE_CONSIDERANDO_FATORES_HUMANOS

Fontelles, M. J., Simões, M. G., Farias, S. H., & Fontelles, R. G. S. (2009). Metodologia da pesquisa científica: diretrizes para a elaboração de um protocolo de pesquisa. Revista paraense de medicina, 23(3), 1 – 9.

Franklin, L. A., Mendes, W. A., & Franklin, E. C. S. (2021). Covid-19 e suspeitas de corrupção: fragilidades da Administração Pública Brasileira. Revista de Ciências Humanas, 3(21), 60 – 84.

Gama Neto, R. B. (2020). Impactos da covid-19 na economia mundial. Boletim de Conjuntura (BOCA), 2(5), 113 – 127.

Gil, A. C. (2019). Como Elaborar Projetos de Pesquisa.(7ª ed.): Atlas.

Graban, M. (2009). Lean hospitals: improving quality, patient safety and employee satisfaction. New York: Taylor & Francis Group, 2009.

Graban, M. Hospitais Lean: melhorando a qualidade, a segurança dos pacientes e o envolvimento dos funcionários. Porto Alegre: Bookman.

Luongo, J. (2011). Gestão da qualidade em saúde. Rideel.

Minayo, M. C. S. (2013). O desafio do conhecimento: pesquisa qualitativa em saúde. Hucitec.

Montini, P., et al. (2020). Avaliação da relação da Filosofia Lean e a Cultura Organizacional: uma revisão bibliométrica. Research, Society and Development, 9(11), 1 – 24.

Nascimento-e-Silva, D. (2017). Gestão de organizações de ciência e tecnologia: ferramentas e procedimentos básicos. Saarbrücken: Novas Edições Acadêmicas.

Netland, H. T., & Aspelund, A. (2013). Company-specific production systems and competitive advantage. International Journal of Operations & Production Management, 33(11-12), 151 – 153.

Oaigen, E. R. (2021). Construção de modelos mentais e sua possível coerência com os modelos conceituais: atividades informais relacionados aos dos impactos ambientais. Revista Interdisciplinar Sulear, 4(11), 25 – 45.

Oliveira, T. S. (2014). Proposta de aplicação das ferramentas do lean healthcare à logística hospitalar. Dissertação de Mestrado, Universidade de São Paulo, São Paulo, Brasil.https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18156/tde-16062014-135630/publico/ThomasSilvaOliveiraDEFINITIVO.pdf

Oliveira, E. S., & Nascimento, D. (2020). Gerenciamento participativo de recursos em espaços pedagógicos. Regae-Revista de Gestão e Avaliação Educacional, 9(18), 1-19.

Oliveira, I. Z,. et al. (2020). Gerenciamento de leitos na urgência e emergência utilizando o kanban. Research, Society and Development, 9(10), 1 – 17.

Palma, C. J. S. L. (2012). Lean Healthcare – os princípios lean aplicados nos serviços de uma unidade hospitalar. Dissertação de Mestrado, Instituto Universitário de Lisboa, Lisboa, Portugal. https://repositorio.iscte-iul.pt/handle/10071/6287

Paraschivescu, A. O., & Cotîrlet, P. C. (2015). Quality continuous improvement strategies kaizen strategy – comparative analyis. Economic Transdisciplinary Cognition, 8(1), 12 – 21.

Peralta, C. B. L., & Forcellini, F. A. Lean Healthcare: uma análise da literatura. Produto & Produção, 16(2), 93 – 113.

Putri, I. A. J. (2020). Análise da influência da compensação organizacional, cultura e disciplina do trabalho no desempenho do professor da Surabaya Shipping Polytechnic. Research, Society and Development, 9(5), 1 – 13.

Regis, T. K. O. (2018). Implementação da produção enxuta em operações hospitalares: caso do Instituto Oncológico Doutor Arnaldo Vieira de Carvalho. Produção Online, 18(2), 593 – 619.

Regis, T. K. O., Gohr, C. F., & Santos, L. C. (2018). Implementação do lean healthcare: experiências e lições aprendidas em hospitais brasileiros. Revista de Administração de Empresas, 58, 30 – 43.

Santos, L. M., et al. (2020). Aplicabilidade da metodologia lean na organização dos serviços de saúde: uma revisão integrativa. Research, Society and Development, 9(7), 1 -22.

Rodrigues, J.P.R. (2020). Melhoria do desempenho do processo de produção de antenas numa empresa do setor automóvel. Dissertação de Mestrado, Universidade do Minho, POR, Portugal.https://repositorium.sdum.uminho.pt/bitstream/1822/70457/1/Disserta%C3%A7%C3%A3o%20Jo%C3%A3o%20Paulo%20Ribeiro%20Rodrigues.pdf

Romme, G. (2016). The quest of professionalism: the case of management and entrepreneurship. Oxford: University Press.

Schwab, K. (2019). A quarta revolução industrial. Ediouro.

Selau, L. P. R., Pedó, G. B., Senff, D. S., & Saurin, T.A. (2009). Produção enxuta no setor de serviços: caso do Hospital de Clínicas de Porto Alegre – HCPA. Revista Gestão Industrial, 5(1), 122 – 140.

Silva, R. O. (2019). Proposta de autocapacitação para coordenadores de graduação. Dissertação de Mestrado, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas, AM, Brasil. http://repositorio.ifam.edu.br/jspui/handle/4321/381

Silva, R. O., Oliveira, E. S., Sá Filho, P., & Nascimento-e-Silva, D. (2019). O ciclo PDCA como proposta para uma gestão escolar eficiente. Revista de Gestão e Avaliação Educacional, 8(17), p. 1 – 13.

Silva, R. O., Ferreira, J. A. O. A., Souza, S. S., Soares, M. L., & Nascimento-e-Silva, D. (2021). The resource-based vision as a management in the institutionalization of distance education in higher education. Brazilian Business Journal, 3(4), 3091 – 3107.

Simões, F. M. C. A. (2009). Lean Healthcare – o conceito Lean aplicado à realidade dos serviços de saúde. Dissertação de Mestrado, Universidade de Aveiro, Aveiro, Portugal.

https://ria.ua.pt/handle/10773/1729

Slack, N., Chambers, S., & Johnston, R. (2009). Administração da produção. (3ª ed.): Saraiva.

Soliman, M., & Saurin, T. A. (2017). Uma análise das barreiras e dificuldades em lean healthcare. Produção Online, 17(2), 620 – 640.

Souza, V. H. S. ,& Mozachi, N. O hospital: manual do ambiente hospitalar. Manual Real.

Sun, S. (2008). Organizational culture and its themes. International Journal of Business and Management, 3 (12), 137.

Tourani, S. (2017). The idea of lean hospital. Hospital Practices and Research, 2(2), 27 – 28.

Womack, J. P., Jones, D. T., & Ross, D. (1990). The machine that changed the world.: Rawson Associates.

Womack, J. P., Jones, D. T., & Ross, D. (2004). A máquina que mudou o mundo. Editora Campus.

Valle, M. R. L., Nascimento, D., & da Silva, S. R. O. (2020). Avaliação participativa nos espaços pedagógicos: análise de uma instituição escolar do Norte do Brasil. Regae-Revista de Gestão e Avaliação Educacional, 9(18), 1-17.

)

Published

25/07/2022

How to Cite

GUIMARÃES JUNIOR, J. C. .; MANSO, G. J. de M. C. .; SOUSA , A. R. de .; PEREIRA , A. L. .; VIEIRA , F. B. .; SILVA, F. A. B. da .; NASCIMENTO NETO, J. B. .; D’ALESSANDRO, B. S. .; SANTOS, E. A. dos . Knowing Lean Healthcare and its main characteristics: proposition of a conceptual model from the scientific literature. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 10, p. e121111032699, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i10.32699. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/32699. Acesso em: 4 oct. 2022.

Issue

Section

Health Sciences