Food pyramid: pedagogical practice aimed at promoting healthy eating

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i15.33964

Keywords:

Food pyramid; Elementary school; Food.

Abstract

Health promotion is considered an important strategy for the dissemination of healthy habits, as they promote an improvement in the population's quality of life, thus avoiding exposure to conditioning factors for certain diseases. Given this, the work aimed to collaborate with the pedagogical practice based on the critical-reflexive conception and the active participation of the students, focusing on the promotion of healthy eating. The practice was applied to an 8th grade elementary school class from a state school in Arapiraca, AL, in which it was divided into three moments. After applying the questionnaire, a lecture on the constitution and classification of foods and practical activities related to healthy eating and food pyramid was offered. The results of the work were satisfactory, as most students actively participated in the activities and in a very interesting way. It could be inferred from the application of this activity that the 8th grade students, to whom the practice was directed, could understand about the constitution of foods and what are the food groups that make up the food pyramid. The application of practical activities was very important to sensitize students to obtain good eating habits, so as to have a healthier life.

References

Albuquerque, A. G. (2012). Conhecimentos e práticas de educadores e nutricionistas sobre a educação alimentar e nutricional no ambiente escolar [Dissertação de mestrado, Universidade Federal de Pernambuco]. https://repositorio.ufpe.br/bitstream/123456789/9087/1/arquivo9584_1.pdf

Alves, M. A. d. O. (2011). Qualidade nutricional, adequacao as recomendacoes nutricionais e obediencia ao cardapio de refeicoes do almoco servidas em creches públicas municipais [Dissertação de mestrado, Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP)]. http://repositorio.unifesp.br/handle/11600/21875

Brasil. (2019). Alimentação saudável. https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/alimentacao_saudavel.pdf

Cardoso, F. d. S. (2013). O uso de atividades práticas no ensino de ciências: na busca de melhores resultados no processo ensino aprendizagem. [Monografia, Centro Universitário Univates]. https://www.univates.br/bduserver/api/core/bitstreams/8fbbee1e-4e10-4687-8045-5088cd5465be/content

Cavalcanti, L. A., Carmo, T. R. D. Jr., Pereira, L. A., Asano, R. Y., Garcia, M. C. L., Cardeal, C. M., & França, N. M. d. (2011). Efeitos de uma intervenção em escolares do ensino fundamental 1, para a promoção de hábitos alimentares saudáveis. R. bras. Ci. e Mov, 20(2), 5–13. https://doi.org/10.18511/rbcm.v20i2.2408

Gomes, W. D. S. T. (2016). Alimentação escolar saudável. [Monografia, Universidade de Brasília – UNB]. https://bdm.unb.br/bitstream/10483/16720/1/2016_WednaTeixeiraGomes_tcc.pdf

Guenther, M., Souza, J. de M., Carvalho, E. E. B., Arruda, G. A. de A., Souza, A. T. P. de, Pereira, R. K. de M., Abreu, T. M. Q., & Silva, L. A. da. (2020). Implementação de composteiras e hortas orgânicas em escolas: sustentabilidade e alimentação saudável. Revista Brasileira De Educação Ambiental (RevBEA), 15(7), 391–409. doi:https://doi.org/10.34024/revbea.2020.v15.10637

Leal, G. V. S., Philippi, S. T., Matsudo, S. M. M. & Toassa, E. C. (2010). Consumo alimentar e padrão de refeições de adolescentes. Revista Bras Epidemiol,13(3), 457-467. https://doi.org/10.1590/S1415-790X2010000300009

Malachias, A. M. V., et al. (2016) 7ª Diretriz Brasileira de Hipertensão Arterial. Sociedade Brasileira de Cardiologia, ISSN-0066-782X, 107(3), 103. http://publicacoes.cardiol.br/2014/diretrizes/2016/05_HIPERTENSAO_ARTERIAL.pdf

Manhães Alves, G., & de Oliveira Cunha, T. C. (2020). A importância da alimentação saudável para o desenvolvimento humano. Humanas Sociais & Aplicadas, 10(27), 46-62. doi: https://doi.org/10.25242/8876102720201966.

Morais, I. T. d. (2018). Alimentação saudável e sustentável na escola de educação infantil Céu de Brasília [Monografia, UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA – UNB]. https://bdm.unb.br/handle/10483/19597

Gómez, L.A., et al., (2017). Worldwide trends in body-mass index, underweight, overweight, and obesity from 1975. (2017). Million children, adolescents, and adults. Ncd Risk Factor Collaboration (NCD-RisC). 390(10113), 2627–2642. doi:10.1016/S0140-6736(17)32129-3

Nunes, M. J. C. Ações de alimentação e nutrição em escolas participantes do programa saúde na escola. (2012). [Mestrado Acadêmico em Nutrição, Universidade Federal de Goiás-UFG].

Oliveira, B. S. (2017). Influência da alimentação no desempenho escolar de crianças e adolescentes. [Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Nutrição), União Metropolitana de Educação e Cultura- (UNIME)].

Pietruszynski, E. B., et al., (2010). Práticas pedagógicas envolvendo a alimentação no ambiente escola: apresentação de uma proposta. Revista Teoria e Prática da Educação,13(2), 223- 229. https://doi.org/10.4025/tpe.v13i2.15348

Ribeiro, G. N. M., & Silva, J. B. (2013). A alimentação no processo de aprendizagem. Revista Eventos Pedagógicos.4(2), 77-85. https://periodicos.unemat.br/index.php/reps/article/view/9408

Rosa, E. F. T., Oliveira, E. C., Campos, I. C. M., Andrade, S. C., & Adão, I. C. (2017). Considerações sobre a enfermagem na escola e suas práticas educativas. Holos, 33(05), 360-369. doi:10.15628/holos.2017.3644

Sampaio, D. M. (2010). Educação e a reconexão do ser: um caminho para a transformação humana e planetária. Editora Vozes.

Silveira, V. G. (2011). Promoção da Saúde e Alimentação do Escolar. [Dissertação de Mestrado Acadêmico em Saúde Coletiva-UNIFOR].

Sonati, J. G. (2009). A Alimentação e a saúde do escolar. Em Alimentação, atividade física e qualidade de vida dos escolares do Município de Vinhedo/SP, 31-38. https://www.fef.unicamp.br/fef/sites/uploads/deafa/qvaf/escolares_cap4.pdf

Vargas I. C. S. et al. (2011). Avaliação de programa de prevenção de obesidade em adolescentes de escolas públicas. Revista de Saúde Pública, 45(1), 59-68.

Viana, K. R. S. (2012) Qualidade Nutricional Dos Cardápios Em Escolas Públicas De Município Do Nordeste Brasileiro. [Mestrado Acadêmico em Ciências da Saúde, UFRN].

Yokota, R. T. C., Vasconcelos, T. F., Pinheiro, A, R, O., Schmitz, B. A. S.,Coitinho, D. C., Rodrigues, M.L.C.F. (2010). Projeto “a escola promovendo hábitos alimentares saudáveis”: comparação de duas estratégias de educação nutricional no Distrito Federal, Brasil. Revista Nutricão. 23(1), 37-47. https://doi.org/10.1590/S1415-52732010000100005

Published

21/11/2022

How to Cite

ARAÚJO, L. C. da S. .; SILVA, A. J. da .; BARROS, A. V. O. de .; BARBOSA , J. E. C. .; PEREIRA, M. M. dos S. .; PINHEIRO, J. da S. .; SANTOS, C. B. dos .; SANTOS , D. de S. .; SILVA, D. M. M. N. .; SANTOS, M. dos . Food pyramid: pedagogical practice aimed at promoting healthy eating. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 15, p. e395111533964, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i15.33964. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/33964. Acesso em: 9 feb. 2023.

Issue

Section

Teaching and Education Sciences