Genetics Education in High School: challenges and new perspectives for quality of learning

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v12i1.39422

Keywords:

Alternative Methodologies; Teaching Biology; Genetics; Continuing Training; Difficulties.

Abstract

Genetics is a vast area, covering different segments of society, thus having an interdisciplinary character. It is present in applied society in agricultural sciences, ecology, health, it covers the study of ethics, mathematical knowledge, among others. However, learning in genetics is low and is linked to many challenges. The present work has the objective of highlighting the main challenges, at the same time demonstrating the measures and pedagogical strategies employed in the teaching of genetics to effect the quality of learning at secondary level. To this end, a brief bibliographical survey was carried out in the Capes journal base and in Google Scholar, considering the period from 2017 to 2021 and using the following research descriptors: teaching genetics, high school, importance, methodology, challenges, problems, learning difficulties, new methodologies. The research is of a bibliographic and qualitative nature. Articles were found that discussed the problems and learning in genetics, where they showed that the low training of teachers, traditional methodologies, use of unattractive didactic resources such as the book, are the main reasons. Thus, the research demonstrated that in order to address the problem, it will be necessary for teachers to carry out continuous training to improve their practices and their own learning in genetics, and it brings a new opportunity for study in terms of learning the bases for teaching genetics in the fundamental.

References

Aguiar, K. A. & Castro, I. F.A. A genética do ensino médio na perspectiva discente: um estudo de caso no município de Uruçuí-PI. Instituto Internacional despertando vocações, [s.l], 7.ed, 1-16. Trabalho apresentado no 7º Congresso Internacional das Licenciaturas, 2020. https://cointer.institutoidv.org/smart/2020/pdvl/uploads/1690.pdf. Acesso em: 14 out. 2022.

Araújo, A. B. & Gusmão, F. A. F. (2017). As principais dificuldades encontradas no ensino de genética na educação básica brasileira. In: Encontro Internacional de Formação de Professores e Fórum Permanente de inovação Educacional. 10(1), p.83-95. https://eventos.set.edu.br/enfope/article/view/4710. Acesso em: 14 out. 2021.

Araújo e Santos, L. C. G., Doro, C. B. & Costa, F. J. (2021). Concepções de estudantes do ensino médio sobre o ensino de genética: a necessidade de repensar os processos de ensino e aprendizagem. Revista Interdisciplinar Sulear. 8, 61–75. https://revista.uemg.br/index.php/sulear/article/view/5310. Acesso em: 16 out. 2021.

Araújo, M. L., & Matos, R. F. de. (2021). Percepção dos alunos quanto ao processo de aprendizagem em genética no ensino médio e superior. Científic@ - Multidisciplinary Journal, 8(1), 1–8. https://doi.org/10.37951/2358-260x.2021v8i1.5565. Acesso em: 25 dez. 2022.

Araújo, M. S., Freitas, W. L. S., Lima, S. M. S. & Lima, M. M. (2018). A genética no contexto de sala de aula: dificuldades e desafios em uma escola pública de Floriano-PI. Revista de Ensino de Ciências e Matemática. 9(1), 19-30. Acesso em: 12 out. 2021.

Brasil. (2017). Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base (pp.556). Brasília, MEC/CONSED/UNDIME.

Carvalho Vivarini, A. & Vivarini, B. C. D. (2022). Análise do aprendizado de Genética e Biologia Molecular em um pré-vestibular social: um reflexo do Ensino Médio. Revista Educação Pública. DOI: 10.18264/REP. ISSN: 1984-6290. https://educacaopublica.cecierj.edu.br/artigos/21/9/analise-do-aprendizado-de-genetica-e-biologia-molecular-em-um-pre-vestibular-social-um-reflexo-do-ensino-medio. Acesso em: 20 out. 2021.

Galvão, M. C. B., & Ricarte, I. L. M. (2019). Revisão sistemática da literatura: conceituação, produção e publicação. Logeion: Filosofia Da Informação, 6(1), 57–73. https://doi.org/10.21728/logeion.2019v6n1.p57-73. Acesso em: 17 out. 2021.

Griffiths, A. J. F., Motta, P. A., & Al, E. (2009). Introdução à genética. Rio De Janeiro Guanabara Koogan.

Lazzarin, A. A., Scheifele, A., & Christofoletti, J. F. (2022). Cinema e o ensino de genética: um olhar sobre o filme “uma prova de amor”. Comunicações, 29(1), 113-130. https://doi.org/10.15600/2238-121X/comunicacoes.v29n1p113-130. Acesso em: 26 dez. 2022.

Melo, J. R. D., & Carmo, E. M. (2009). Investigações sobre o ensino de genética e biologia molecular no ensino médio brasileiro: reflexões sobre as publicações científicas. Ciência & Educação (Bauru), 15, 592-611. https://doi.org/10.1590/S1516-73132009000300009. Acesso em: 20 out. 2022.

Oliveira, C. A., De Morais, J. M., & Pinheiro, F. G. (2021). Metodologias alternativas para o ensino de genética molecular no ensino básico. Editora Poisson, 1, 20-27. http://10.36229/978-65-5866-129-0.CAP.02. Acesso em: 17 out. 2021.

Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs). (1998). Terceiro e quarto ciclos. Brasília: MEC/SEF.

Pereira, S. de S., Cunha, J. S. da, & Lima, E. M. (2020). Estratégias didático-pedagógicas para o ensino-aprendizagem de genética. Investigações Em Ensino De Ciências, 25(1), 41–59. https://doi.org/10.22600/1518-8795.ienci2020v25n1p41. Acesso em: 26 dez. 2022.

Peruch Junior, W. J., Borges C. V., & Araújo, M. P. M. (2021). “Quem matou a senhora batata?”: possibilitando a aprendizagem em genética por meio de uma sequência de ensino investigativa. Revista Educar Mais, 5(5), 1330–1347. https://doi.org/10.15536/reducarmais.5.2021.2598. Acesso em: 25 dez. 2022.

Rodrigues, L. B., et al. (2022). Análise de estratégias didáticas propostas por um periódico brasileiro para o ensino de genética, nos anos de 2017 a 2021. REVES - Revista Relações Sociais, 5(4), 1-9, 15056–01e. https://doi.org/10.18540/revesvl5iss4pp15056-01e. Acesso em: 27 dez. 2022.

Rosa, I. S. C., & de Almeida, R. O. (2021). O conteúdo de genética e as experiências didáticas relatadas na literatura: uma revisão sistemática dos trabalhos do ENPEC. Alexandria: Revista de Educação em Ciência e Tecnologia, 14(2), 245-270. http://dx.doi.org/10.5007/1982-5153.2021.e75878. Acesso em: 26 dez. 2022.

Silva, G. H., Rost, Érica, Cabral, R. M. G., & Silva, T. A. R. (2022). Super-heróis na sala de aula: dos filmes do Capitão América para o conteúdo de genética no Ensino Médio. Conjecturas, 22(3), 733–744. https://doi.org/10.53660/CONJ-914-I18. Acesso em: 26 dez. 2022.

Silva, H. M. da S. (2022). Observações de uma oficina orientada sobre divisão celular: contribuições e possibilidades para o ensino de genética e biologia molecular através da construção de modelos didáticos. Scientia Generalis, 3(1), 1–21. Recuperado de http://scientiageneralis.com.br/index.php/SG/article/view/211. Acesso em: 27 dez. 2022.

Siqueira, M. L. G., Altino Filho, H. V., & Dutra, É. D. R. (2021). Ensino da genética: uma proposta de abordagem ao ensino médio. Anais do Seminário Científico do UNIFACIG, (6).

Souza, G. F., & Pinheiro, N. A. M. (2018). Os desafios da Alfabetização Científica na fala de um grupo de professores dos anos iniciais. Revista Thema, 15(2), 748–760. https://doi.org/10.15536/thema.15.2018.748-760.897. Acesso em: 17 out. 2022.

Temp, D. S. & Bartholomei-Santos, M. L. (2018). O ensino de genética: a visão de professores de Biologia. Rev. Cient. Schola. 2(1), 83-95. ISSN 2594-7672.

Published

03/01/2023

How to Cite

LOPES, S. M. C. . Genetics Education in High School: challenges and new perspectives for quality of learning. Research, Society and Development, [S. l.], v. 12, n. 1, p. e7912139422, 2023. DOI: 10.33448/rsd-v12i1.39422. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/39422. Acesso em: 27 jan. 2023.

Issue

Section

Review Article