Sports in school life: a study of the personal experience of Physical Education academics

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.6319

Keywords:

School; Sport; Experiences; Physical education; Teaching.

Abstract

The objective of this study is to identify, from the memories of Physical Education academics, the sports practices they had access to in primary and secondary school. We selected 102 academics, between 18 and 35 years old, 52 females and 50 males. The data were obtained through a questionnaire and analyzed through a specific sports classification. We identified that most of the experiences were restricted to two types of sports: invasion sports and net sports; with the predominance of one sport within each group: Futsal and Volleyball. We found that, although the content of the sports is most used in Physical Education classes, the participants of the study did not study the diversity within the field of Sports in school.

Author Biographies

João Márcio Fialho Sampaio, Universidade Regional do Cariri - URCA.

Graduado em Educação Física pela Universidade Regional do Cariri - URCA. Residente em Saúde Coletiva pela Universidade Regional do Cariri - URCA.

José Cícero Cabral de Lima Júnior, Universidade Regional do Cariri - URCA.

Graduação em Educação Física pela Universidade Regional do Cariri - URCA. Especialista em Educação Física Escolar pela Faculdade Integrada de Patos - FIP. Residente em Saúde Coletiva pela Universidade Regional do Cariri - URCA. 

Paulo Rogério Barbosa do Nascimento, Universidade Regional do Cariri - URCA.

Possui graduação em Educação Física pela UNICRUZ-Universidade de Cruz Alta (1994) e mestrado em Educação nas Ciências pela UNIJUI-Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (2005). Atualmente é professor assistente na Universidade Regional do Cariri - Crato/CE.

Lucas Vieira de Lima Silva, Universidade Regional do Cariri

Doutor em Educação pela Universidade Federal da Paraíba no Programa de Pós-Graduação em Educação - UFPB/PPGE. Mestre em Sociologia pela Universidade Federal do Ceará (2002). Especialização em Pesquisa em Educação Física, com habilitação em Ciências do Esporte (1997) e Licenciatura Plena (1995), ambos os cursos realizados pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Pertencente ao quadro docente efetivo da Universidade Regional do Cariri (URCA)

Janayna Samara Alves da Silva, Universidade Regional do Cariri

Graduação em Educação Física pela Universidade Regional do Cariri - URCA.

Samara Mendes de Sousa, Universidade Regional do Cariri

Graduação em Educação Física pela Universidade Regional do Cariri - URCA. Especialista em Educação Física Escolar pela Faculdade Integrada de Patos - FIP. Residente em Saúde Coletiva pela Universidade Regional do Cariri - URCA.

Lázaro Ranieri de Macêdo, Universidade Regional do Cariri -

Mestre em Desenvolvimento Regional Sustentável pela Universidade Federal do Cariri - UFCA (2016-2018). Pós-graduado em Educação Física Escolar e Fitness pela Faculdade do Vale do Jaguaribe - FVJ (2014). Graduado em Educação Física pela Universidade Regional do Cariri - URCA (2012).

Cleiton Félix de Sousa, Universidade Regional do Cariri

Graduação em Educação Física pela Universidade Regional do Cariri - URCA

References

Betti, I. C. R. (1999). Esporte na escola: mas é só isso, professor? Revista Motriz. Rio Claro, 1(1), 25-31. Recuperado de http://files.cursoeducacaofisica.webnode.com/200000088-60238611e0/ESPORTE%20NA%20ESCOLA%20-%20IRENE%20RANGEL.pdf.

Bracht, V., Faria, B. A., Moraes, C. E. A., Fernandes, E. S., Almeida, F. Q., Ghidetti, F. F., Gomes, I. M., Rocha, M. C., Machado, T. S., Almeida, U. R., & Penha, V. M. (2012). A Educação Física Escolar como tema da produção do conhecimento nos periódicos da área no Brasil (1980-2010): parte II. Revista Movimento, 18(2), 11-37. doi: 10.22456/1982-8918.30158.

Brandão, C. R. (1981). O que é educação. São Paulo: Brasiliense.

Brasil. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (2015). Pesquisa Nacional por Amostras de Domicílios. Rio de Janeiro. Recuperado de: http://www.valor.com.br/brasil/4971304/ibge-maioria-dos-brasileiros-e-sedentaria-partir-da-adolescencia.

Candau, J. (2002). Antropología de la memória. Buenos Aires: Nueva Visión.

Candau, J. (2011). Memória e identidade (5ª ed). São Paulo: Contexto.

Carlan, P. (2012). O esporte como conteúdo da educação física escolar: um estudo de caso de uma prática pedagógica. 354 f. Tese (doutorado em Educação Física). Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis.

Carlan, P., Kunz, E., & Fensterseifer, P. E. (2012). O esporte como conteúdo da Educação Física escolar: estudo de caso de uma prática pedagógica “inovadora”. Revista Movimento, 18(4), 55-75. Recuperado de: https://seer.ufrgs.br/Movimento/article/view File/29643/23448.

Cortela, M. S. (1997). A escola e o conhecimento: reflexão sobre fundamentos epistemológicos e políticos dessa relação. 1997. 151 f. Tese (Doutorado em Educação). Pontifícia Universidade Católica, São Paulo.

Darido, S. C. (2012). Educação Física na escola: realidade, aspectos legais e possibilidades. In: Darido, S. C. (Coord.). Caderno de formação: formação de professores didática dos conteúdos. São Paulo: Cultura Acadêmica.

Darido, S. C., & Sanchez Neto, L. (2005). O contexto da Educação Física na Escola. In: Darido, S. C., & Rangel, I. C. A. (Coords.). Educação física na escola: implicações para a prática pedagógica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan.

Etchepare, L. S., & Pereira, E. F. (2004). Proposta de validação de um instrumento para avaliação de vivências em educação física. Revista Digital, 10(77), 1-1. Disponível em: https://www.efdeportes.com/efd77/avalia.htm.

Fensterseifer, P. E., & Silva, M. A. (2011). Ensaiando o “novo” em Educação Física escolar: a perspectiva de seus atores. Rev. Bras. Ciênc. Esporte, 33(1), 119-134. Recuperado de: http://revista.cbce.org.br/index.php/RBCE/article/view/874.

Gaspari, T. C., Souza Júnior, O., Maciel, V., Impolcetto, F. M., Venâncio, L., Iorio, L., Thommazo, A., & Darido, S. C. (2006). A realidade dos professores de Educação Física na escola: suas dificuldades e sugestões. Revista Mineira de Educação Física, 14(1), 109-137.

Gattiboni, B. D., Sá, A. S., Pozzobon, D., Borges, L. L., Denardini, V. W., Bevilacqua, L. A., Balsan, L. A., G. & Daronco, L. S. E. (2015). Vivências esportivas e percepção da imagem corporal dos adolescentes do Ensino Médio de escolas privadas. Salusvita, 34(1), 13-26. Recuperadi de https://pdfs.semanticscholar.org/579d/a9bd88aa73868ef50b42a32 39e308df999d8.pdf.

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas.

Goellner, S. V. (2005). Mulher e esporte no Brasil: entre incentivos e interdições elas fazem história. Revista Pensar a Prática, 1(1), 85-100. doi: https://doi.org/10.5216/rpp.v8i1. 106.

González, F. J., & Bracht, V. (2012). Metodologia do ensino dos esportes coletivos. Vitória: UFES, Núcleo de Educação Aberta e a Distância.

González, F. J., Bracht, V., Caparroz, F. E., & Fensterseifer, P. E. (2014). Sentidos e significados do ensino do esporte na Educação Física escolar: deslocamentos históricos e proposições contemporâneas. In: Marinho, A., Nascimento, J. V., & Oliveira, A. A. B (Orgs.). Legados do esporte brasileiro (pp. 121-162). Florianópolis: Ed. da UDESC.

González, F. J., & Fensterseifer, P. E. (2009). Entre o “não mais” e o “ainda não”: pensando saídas do não lugar da EF escolar I. Cadernos de Formação RBCE, 1(1), 9-24. Recuperado de: http://revista.cbce.org.br/index.php/cadernos/article/view/929.

González, F. J., & Fensterseifer, P. E. (2010). Entre o “não mais” e o “ainda não”: pensando saídas do não-lugar da Educação Física escolar II. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, 1(2), 10-21. Recuperado de: http://revista.cbce.org.br/index.php/cadernos/ article/view/929.

González, F. J., & Fraga, A. B. (2012). Afazeres da Educação Física na escola: planejar, ensinar, partilhar. Erechim: Edelbra.

Kunz, E. (2004). Transformação didático-pedagógica do esporte. Ijuí, RS: Ed. Unijuí.

Machado, T. S., Bracht, V., Faria, B. A., Moraes, C., Almeida, U., & Almeida, F. Q. (2010). As práticas de desinvestimento pedagógico na Educação Física escolar. Revista Movimento, 16(2), 129-147. Recuperado de: http://reiipefe.com/wp-content/uploads/ 2015/12/ Desinvestimento-1.pdf.

Magalhães, A. C. (2018). Entre o “não mais” e o “ainda não” a armadilha do “talvez, quem sabe”: a Educação Física da escola no jogo da economia do discurso. Arquivos em Movimento, 14(2), 85-99. Recuperado de: https://revistas.ufrj.br/index.php/am/ article/view/19325/pdf.

Mezzaroba, C., & Pires, G. L. (2011). Breve panorama histórico do voleibol: do seu surgimento à espetacularização esportiva. Revista de Educação Física, 2(2), 3-19. Recuperado de: https://refisica.uea.emnuvens.com.br/refisica/article/view/16.

Mezzaroba, C., Romansini, L. A., Moreira, E. L., Pereira, H., & Souza, E. R. (2006). Visão dos acadêmicos de Educação Física quanto ao ensino do Atletismo na escola. Esportes.universoef.com.br. Recuperado de: http://esportes.universoef.com.br/container/ gerenciador_de_arquivos/arquivos/371/a-visao-dos-academicos.pdf.

Nascimento, P. R. B., & Almeida, L. (2007). A tematização das lutas na Educação Física Escolar: restrições e possibilidades. Revista Movimento, 13(3), 01-20. doi: 10.22456/1982-8918.3567.

Pereira, E. F., Andrade, R. D., Teixeira, C. S., Daronco, L. S. E., & Paim, M. C. C. (2015). Vivências em Educação Física e esportes dos acadêmicos que ingressam no curso de Educação Física: uma perspectiva de gênero. Revista Brasileira de Ciência e Movimento, 1(23), 126-135. doi: 10.18511/0103-1716/rbcm.v23n1p126-135.

PNUD. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (2017). Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil. Recuperado de: http://www.br.undp.org/ content/brazil/pt/home/.

Schiavon, L., & Nista-Piccolo, V. L. (2007). A ginástica vai à escola. Revista Movimento, 13(3), 131-150. doi: 10.22456/1982-8918.3572.

Silva, L. M., & Ciasca, M. I. F. L. (2020). Estrutura física escolar como fator determinante da qualidade da educação em escolas profissionais do Ceará: entre a realidade e o mito. Research, Society and Development, 9(7), 1-20. doi: 10.33448/rsd-v9i7.4634.

Souza, J. S. S., & Knijnik, D. J. (2007). A mulher invisível: gênero e esporte em um dos maiores jornais diários do Brasil. Revista Brasileira de Educação Física e Esporte, 21(1), 35-48. doi: 10.1590/S1807-55092007000100004.

Souza, S., Barbosa do Nascimento, P. R., & Fensterseifer, P.E. (2018). Atuação docente em Educação Física escolar: entre investimento e desinvestimento pedagógico. Motrivivência, 30(54), 143-159. doi: 10.5007/2175-8042.2018v30n54p143.

Published

14/08/2020

How to Cite

Sampaio, J. M. F., Lima Júnior, J. C. C. de, Nascimento, P. R. B. do, Silva, L. V. de L. ., Silva, J. S. A. da, Sousa, S. M. de ., Macêdo, L. R. de ., & Sousa, C. F. de . (2020). Sports in school life: a study of the personal experience of Physical Education academics. Research, Society and Development, 9(9), e119996319. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.6319

Issue

Section

Education Sciences