The Science, Technology and Society (CTS) approach: a possibility of student motivation

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7431

Keywords:

Focus on CTS; Motivation; Teaching; Natural Sciences.

Abstract

In this article, which aims to identify in the didatic sequences with a focus on CTS evidence of motivation for the students, it presented a survey of scientific research about the CTS approach (Science, Technology and Society) in the classroom. It is a State of Know ledge, as it comprised the scope of the theme from consultations of a research source, being the Periodicals of the Coordination and Improvement of Higher Education Personnel (CAPES) that present Qualis A1 to B2. It was established as a time frame the last five years (2014 to 2019). In this period of time, a total of 920 published papers were presented. From this issue, 05 focus edon reporting experiences with the CTS approach in the classroom environment. In the analyzed articles, we noticed that the authors present in the didactic sequences indications of motivating teaching strategies presented by Bzuneck (2010) and thus, it is evident that the CTS approach is configured as a possibility for the promotion of the students' motivation in the leaning process.

References

Auler, D. (2007). Enfoque ciência-tecnologia-sociedade: pressupostos para o contexto brasileiro. Ciência & Ensino, v. 1, número especial. Disponível em http://prc.ifsp.edu. br/ojs/index.php/cienciaeensino/article/view/147/109. Acesso em: out. 2019.

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Boruchovitch, E. & Bzuneck, J. A. (2009). A Motivação do Aluno: Contribuições da Psicologia Contemporânea. 4. ed. Petrópolis: Vozes.

Bzuneck, J. A. (2009). A motivação do aluno: aspectos introdutórios. In: Boruchovitch, E. & Bzuneck, J. A. A Motivação do Aluno: Contribuições da Psicologia Contemporânea. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 09-36.

Bzuneck, J. A. Como motivar os alunos: sugestões práticas. In: Boruchovitch, et al., (2010). Motivação para aprender: aplicações no contexto educativo. 2. ed. Petrópolis: Vozes, p. 14-42.

Callado, C. F. & Lucio, M. P. B. (2013). Metodologia de pesquisa. Porto Alegre: Penso.

Cavalcanti, M. H. S.; Ribeiro, M. M.; Barro, M. R. (2018). Planejamento de uma sequência didática sobre energia elétrica na perspectiva CTS. Ciência & Educação, Bauru, v. 24, n. 4, 856-874.

Cerezo, J. A. L. (1998). Ciência, Tecnologia e sociedade: o estado da arte na Europa e nos Estados Unidos. Revista Ibero-americana de Educação, n. 18.

Chrispino, A. (2017). CTS e ensino. In: Introdução aos enfoques CTS – Ciência, Tecnologia e Sociedade – na educação e no ensino. Editora: Organización de Estados Iberoamericanos para la Educación, la Ciencia y la Cultura, Ed.1, 81-97.

Deci, E. L. & Ryan, R. M. (2000). Self- determination theory and the facilitation of intrinsic motivation, social development, andwell-being. American Psychologist, v. 55, n. 1, 68- 78.

Ligouri, L. & Noste, M. I. Estado y evolución dele status de La Didáctica de las Ciencias Naturales. In: Didáctica de las Ciencias Naturales: Enseñar Ciencias Naturales. 1ª Ed. Rosaric: Homo Sapiens Ediciones, 17-51.

Oliveira, S.; Guimarães, O. M. & Lorenzetti, L. (2015). Uma proposta didática com abordagem CTS para o estudo dos gases e a cinética química utilizando a temática da qualidade do ar interior. Revista Brasileira de Ensino de Ciência e Tecnologia, v. 8, nº 4, 75 – 105.

Reeve, J. (2006). Motivação e Emoção. Tradução de Luís Antônio Farjardo Pontes e Stella Machado. Rio de Janeiro: LCT.

Ribeiro, T. V. & Genovese, L. G. R. (2015). O emergir da perspectiva de ensino por pesquisa de núcleos integrados no contexto da implementação de uma proposta CTSA no ensino médio. Ciência & Educação, Bauru, v. 21, n. 1, 1-29.

Romanowski, J. P. & Ens, R. T. (2006). As pesquisas denominadas do tipo “Estado da Arte”. Diálogos Educacionais, v. 6, n. 6, 37–50.

Santos, W. L. P. (2011). Significados da educação cientifica com enfoque CTS. In: Santos, W. L. P; Auler, D. CTS e educação científica: desafios, tendências e resultados de pesquisas. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 21-47.

Santos, W. L. P; Mortimer, E. F. (2002). Uma análise de pressupostos teóricos da abordagem CTS (Ciência, Tecnologia, Sociedade) no contexto da educação brasileira. Revista Ensaio: Pesquisa em Educação em Ciência. V. 2, n. 2.

Sousa, G. P. & Teixeira, P. M. M. (2014). Educação CTS e genética, elementos para a sala de aula: potencialidades e desafios. Experiências em Ensino de Ciências, v.9, n. 2, 83-103.

Zanotto, R. L.; Silveira, R. M. C. F. & Sauer, E. (2016). Ensino de conceitos químicos em um enfoque CTS a partir de saberes populares. Ciência & Educação, Bauru, v. 22, n. 3, 727-740.

Published

27/08/2020

How to Cite

Sousa, F. A. de, Coelho, M. N., & Nunes, A. O. . (2020). The Science, Technology and Society (CTS) approach: a possibility of student motivation. Research, Society and Development, 9(9), e492997431. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7431

Issue

Section

Education Sciences