Digital health education: an online experience

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7460

Keywords:

Information and Communication Technologies; Teaching; Health education.

Abstract

To innovate in health education or enhance it, it is essential to provoke reflections about active methodologies, considering that they involve learning as a process built by the person who participates in the method, and not simply reproduce knowledge in a mechanical and uncritical way. This is a study with the objective of demonstrating an experience with learning objects developed by nursing students, in order to socialize knowledge about ‘communicable diseases of epidemiological importance’ using digital applications. The construction of the learning objects was made in a curricular component of the fifth semester of a nursing course in a regional university, located in a municipality in the northwest region of the state of Rio Grande do Sul. It was an innovative, motivating and creative experience in discipline and obtained full participation from academics. It is believed that working in the universe of the digital native favors teaching learning and provides elements with power to teach teachers and qualify teaching.

References

Aguiar, A. C. L., Guimarães, J. M. X., Ferreira, H. S., Almeida, K. T. C., Ribeiro, T. F. S., Anchieta, T. M., Carneiro, M. S. S., & Silva, B. C. (2018). Blog como ferramenta educacional: contribuições para o processo interdisciplinar de educação em saúde. Reciis – Rev Eletron Comun Inf Inov Saúde, 12(2), 220-3. DOI: http://dx.doi.org/10.29397/reciis.v12i2.1301

Brasil. Sistema Único de Saúde (2006). Educação em Saúde. Recuperado de <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/sus/universo_atuacao.php>.

Costa, T. R. M., Silva, P. H. S., Correia R. S, Cruz, V. T., Paula, W. C., Souza, J. L., Lima, J. C. F., Pereira, S. A., Sousa Jr, S. C., & Santos, K. R. (2020). A relevância da inserção do lúdico para a construção do processo ensino-aprendizado na educação para a saúde. Research, Society and Development, 9(9), e362997296. DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7296

Farias, Q. L. T. Rocha, S. P., Cavalcante, A. S. P., Diniz, J. L., & Neto, O. A. P. Implicações das tecnologias de informação e comunicação no processo de educação permanente em saúde. Reciis – Rev Eletron Comun Inf Inov Saúde;11(4).

Fontana, R. T., Santos, A. V., & Brum, Z. P. (2013). A educação em saúde como estratégia para a sexualidade saudável. J. res.: fundam. care. Online; 5 (4), 529-36. DOI: 10.9789/2175-5361.2013v5n4p529

Fontana, R. T. (2018). Educação e saúde para além do hegemônico. Contexto & Educação, 33 (106). 84-98. https://doi.org/10.21527/2179-1309.2018.106.84-98

Fontana, R. T., Flores, F. R., Silva, K. C., Thomas, L. S., Pires, L. G., Oliveira, N. G., & Feller, S. R. (2020). Reflexões sobre a educação em saúde como um processo emancipatório. Braz. J. Hea. Rev, 3 (3), 5196-5203.

Fontana, R. T., Wachekowski, G., & Barbosa, S. S. N. (2020). As metodologias usadas no ensino de enfermagem: com a palavra, os estudantes. Educação em Revista, 36, e220371. Epub August 07, 2020.https://dx.doi.org/10.1590/0102-4698220371

Freire, P. Pedagogia do oprimido. (13a ed.) Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983

Gonçalves, L. B. B., Pinto, A. G. A., Duavy, S. M. P., Faustino, R. S, Alencar, A. P. A., & Palácio, M. A. V. (2020). O Uso das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação como Recurso Educacional no Ensino de Enfermagem. EaD em Foco, (10), e939.

Machado, A. G. M., & Wanderley, L. C. S. Educação em saúde. Unifesp/Unasus. Recuperado de https://www.unasus.unifesp.br/biblioteca_virtual/esf/2/unidades_conteudos/unidade 09/unidade09.pdf.

Maruxo, H. B., Prado, C., Almeida, D. M., Grossi, M. G., & Vaz, D. R. (2015). Webquest e história em quadrinhos na formação de recursos humanos em Enfermagem. Revista da Escola de Enfermagem da USP, 49(2), 68-74. DOI: 10.1590/S0080-623420150000800010.

Menezes, M. G., & Santiago, M. E. (2014). Contribuição do pensamento de Paulo Freire para o paradigma curricular crítico-emancipatório. Pro-Posições, 25(3), 45-62.

Mota, D. N., Torres, R. A. M, Guimarães, J. M. X., Marinho, M. N.A. S. B., & Araújo, A. F. (2018). Tecnologias da informação e comunicação: influências no trabalho da estratégia Saúde da Família J. Health Inform.,10(2), 45-9.

Santos, A. V., Fontana, R.T., & Brum, Z. P. (2013) Health education as a strategy for healthy sexuality. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental, 5 (4), 529- 536

Paiva, M. R. F., Parente, J. R. F., Brandão, I. R., & Queiroz, A. H. B. (2016). Metodologias ativas de ensino aprendizagem: revisão integrativa. SANARE, 15(2), 145-153

Ramalho, B. A. P., Leite, K. N. S., Caldas, M. L. L. S., Nunes, R. M. V., & Santos, J. S. F. (2020). A utilização das tecnologias como ferramentas para formação dos estudantes de enfermagem. Journal of Medicine and Health Promotion., 5(3), 78-89.

Tarouco, L. M. R., Costa, V. M, Ávila, B. G., Bez, M. S., & Santos, E. F. (org.) (2014) Objetos de Aprendizagem: teoria e prática. Porto Alegre: Evangra.

Thomas, L. S., & Fontana, R. T. (2019). Redes sociais como elemento para a promoção da saúde de adolescentes: contribuições da enfermagem. Revista Tecnologia & Cultura 33(22), 6-13

Wiley, D. A (2000). Learning object design and sequencing theory. Unpublished doctoral dissertation, Brigham Young University. Recuperado de http://www.reusability.org/read/ chapters/wiley.doc.

Published

29/08/2020

How to Cite

Fontana, R. T., Silva, A. P. da ., Rocha, B. da S. N. ., Garlet, B. ., Ciepielewski, C. M. ., Pereira , C. M. B. ., Adriano, C., Kassburg , H. R. ., Silva, J. R. da ., Contri, J. M., Toniolo, J. P. ., Paulus , K. L. L., Zimpel, L. C. ., Wammes, L. W. ., Ramos, L. G. A. ., Silva, L. G. da ., HeldT, M. M., Likes, M. M., Dessbesell , M. F., & Malesuik, P. G. . (2020). Digital health education: an online experience. Research, Society and Development, 9(9), e532997460. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7460

Issue

Section

Health Sciences