Educational games and learning in Chemistry: a view of PIBID supervising teachers

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7868

Keywords:

Alternative teaching methodologies; Educational games; Chemistry teaching; PIBID.

Abstract

In view of several works in the literature that discuss the subject, a proposal for the chemistry teaching becomes more active and less decorative is through educational games, which can be used at different times, as in the exhibition of content, representation relevant knowledge on different topics, evaluation or synthesis of important concepts of subjects already developed. In this context, the aim was to investigate what educational games have provided in the teaching-learning process. This work is qualitative and is inserted as a case study. For this, interview was made with high school teachers who participate in the Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID), to understand their concepts about didactic games. The results obtained with the interview were formed and we understand that the use of educational games, in the interviewees' view, is a promising methodological tool to help students to learn the subject inserted in the classroom. In view of what has been observed, the viability of games can be fulfilled as a methodology that contributes positively to the teaching-learning process of students in content involving Chemistry.

Author Biography

Leonardo Alcântara Alves, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte

Docente Permanente do Programa de Pós-graduação em Ensino (POSENSINO)

References

Araujo, N. V. et al. (2016). As Contribuições do PIBID no Ensino de Química: atividades alternativas a partir da confecção de ferramentas pedagógicas provenientes de materiais de baixo-custo. Conexões - Ciência e Tecnologia, 10(4), 35-41.

Bardin, L. (2002). Análise de Conteúdo. Lisboa, Portugal; Edições 70, LDA.

Brasil, Ministério da Educação. PIBID - Programa institucional de bolsa de iniciação à docência: fundação capes. 2008. Disponível em: <https://www.capes.gov.br/educacao-basica/capespibid/pibid>. Acesso em: 17 maio 2020.

Britto Júnior, A. F.; Feres Júnior, N. (2011). A utilização da técnica da entrevista em trabalhos científicos. Evidência, Araxá, 7(7), 237-250.

Cunha, M. B. (2012). Jogos no Ensino de Química: Considerações Teóricas para sua Utilização em Sala de Aula. Química nova escola, 34(2), 92-98.

Dalfovo, M. S.; Lana, R. A. Silveira, A. (2008). Métodos quantitativos e qualitativos: um resgate teórico. Revista interdisciplinar cientifica aplicada, 2(4), 1-13.

FERREIRA, J. M. H. et al. (2011). Elaboração de jogos didáticos no PIBID em dupla perspectiva: formação docente e ensino de Física: Elaboração de jogos didáticos no PIBID em dupla perspectiva: formação docente e ensino de Física. In: Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciência. 2011, Campinas. Anais... . Campinas: Abrapec.

Gomes, L. O.; Merquior, D. M. (2017). O uso dos jogos e atividades lúdicas no ensino médio em química. Uniabeu, 10(24), 187-205.

Lima, J. P. F. et al. (2017). Batizando os hidrocarbonetos”: jogo lúdico no processo de ensino-aprendizagem de Química. Revista de Pesquisa Interdisciplinar, 2(2), 429-443.

Lima, R. C. S.; Santos, J. C. O. (2015). Análise e Utilização de Jogos Lúdicos Como Metodologia no Ensino de Química. In: Anais do 5º Encontro Regional de Química & 4º Encontro Nacional de Química, [s.l.], 1-7. Editora Edgard Blücher. http://dx.doi.org/10.5151/chenpro-5erq-eq03.

Lorenson, G. A.; Pereira, G. A.; Mariano, N. M. (2020) O uso do jogo no processo de ensino e aprendizagem da tabela periódica: avaliação de uma intervenção do estágio de regência em química. Research, Society and Development, 9(8), p. 1-23.

Messeder Neto, H. S.; Moradillo, E. F. (2016). O Lúdico no Ensino de Química: Considerações a partir da Psicologia Histórico-Cultural. Química Nova na Escola, [s.l.], 34(4), 360-368, Sociedade Brasileira de Química (SBQ).

Pinheiro, I. A. M. et al. (2015). Elementum - lúdico como ferramenta facilitadora do processo de ensino-aprendizagem sobre tabela periódica. Holos. 8, p. 80-86.

Silva, C. A. (2019) Ações do PIBID como metodologia alternativa para o ensino de química. Scientia Naturalis, 1, 118-124.

Vygotsky, L. S. A formação social da mente. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

Published

05/09/2020

How to Cite

Souza, J. S. de ., Silva, L. V. G. e ., Medeiros, R. de C. P. ., & Alves, L. A. . (2020). Educational games and learning in Chemistry: a view of PIBID supervising teachers. Research, Society and Development, 9(9), e720997868. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i9.7868

Issue

Section

Education Sciences