Cartography of a teacher in difficult times: acts of resistance and creation at school

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9619

Keywords:

Education; Resistance; Creation; Experimentation.

Abstract

The purpose of this article is to think about how the modes of resistance arise in the context of a public school. The cartographic investigation method produced the written material in the monitoring of the realized interventions and in the chance of encounters. Cartography here, conceived as an experimentation attitude when researching the territory in constant movement, also started to move, mindfully mapping the forces existing in each encounter. It was asked: which power relations circulate and help to compose this territory? What causes acts of resistance? How do these acts promote a production of desire and creative tactics? The results show that, when facing the appearances and the functioning of a power that tries to subjugate, practices of self and appropriation of the real are enhanced by resistance and creation, even if it is necessary to fight daily micro-confrontations, opening breathing spaces for a possible living school in difficult times. A writing that is not completed, but that opens rhizomatically, launching itself to constant updating.

References

Blanchot, M. (2011). A parte do fogo. Trad. Ana Maria Scherer. Rio de Janeiro: Rocco.

Corazza, S. M. (2012). Contribuições de Deleuze e Guattari para as pesquisas em educação. Revista Digital do LAV, (8), 125-144.

Deleuze, G. (2005) Foucault. São Paulo: Brasiliense.

Deleuze, G., & Guattari, F. (2004). Mil Platôs-capitalismo e esquizofrenia -Vol. 3- tradução de Suely Rolnik. Rio de Janeiro: Editora, 34.

Deleuze, G., & Guattari, F. (2010). O que é a filosofia? Tradução de Bento Prado Jr. e Alberto Alonso Muñoz. São Paulo: Editora 34.

Foucault, M. (1978) A governamentalidade. Microfísica do poder (pp. 277-293). Rio de Janeiro: Graal.

Foucault, M. (1987). Vigiar e Punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes.

Foucault, M. (1988). História da sexualidade I: a vontade de saber. Tradução: Maria Thereza da Costa Albuquerque e JA Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Graal.

Foucault, M. (1995). Michel Foucault entrevistado por Hubert L. Dreyfus e Paul Rabinow. DREYFUS, H.; RABINOW, P. Michel Foucault: uma trajetória filosófica: para além do estruturalismo e da hermenêutica. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 253-278.

Foucault, M. (1998). História da sexualidade II: o uso dos prazeres (MTC Albuquerque, Trad.). Rio de Janeiro: Edições Graal.

Foucault, M. (2003). Ditos e Escritos IV. Estratégia, poder-saber. Tradução de Vera Lucia Avellar Ribeiro. Rio de Janeiro, Forense Universitária.

Foucault, M. (2005) A ordem do discurso: aula inaugural no Collège de France, pronunciada em 2 de dezembro de 1970/Michel Foucault; tradução de Laura Fraga de Almeida Sampaio. São Paulo: Edições Loyola.

Foucault, M.( 2014) O sujeito e o poder/Entrevista com M. Foucault. Ditos e escritos Vol IX, 118 - 140. Rio de Janeiro: Forense Universitária.

Guattari, F., & Micropolítica, R. S. (1996). Cartografias do Desejo. Ed. Vozes: Petrópolis.

Kirst, P. G., Giacomel, A. E., Ribeiro, C. J., Costa, L. A., & Andreoli, G. S. (2003). Conhecimento e cartografia: tempestade de possíveis. Cartografias e devires: a construção do presente. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 91-101.

Larrosa, J. (2004). Experiência e paixão. LARROSA, Jorge. Linguagem e educação depois de Babel. Belo Horizonte: Autêntica, 151-165.

Larrosa, J. B. (2014). Jorge Bondía. Tremores: escritos sobre experiência. Trad.: Cristina Antunes e João Wanderley Geraldi. Belo Horizonte: Autêntica.

Levy, T. S. (2003). A experiência do fora: Blanchot, Foucault e Deleuze. Rio de Janeiro: Relume Dumará.

Oliveira, T. R. M., & Paraíso, M. A. (2012). Mapas, dança, desenhos: a cartografia como método de pesquisa em educação. Pro-Posições, 23(3), 159-178.

Ordine, N. (2016). A utilidade do inútil: um manifesto. Editora Schwarcz-Companhia das Letras.

Rolnik, S. (1989). Cartografia Sentimental transformações contemporâneas do desejo. São Paulo: Estação Liberdade.

Spinoza, B. D. (2009). Ética: terceira parte: a origem e a natureza dos afetos. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva. Belo Horizonte: Autêntica.

Zourabichvili, F., & Goldstein, V. (2004). O vocabulário de Deleuze. Rio de Janeiro: Relume Dumará.

Published

05/11/2020

How to Cite

Santos, I. C. S. dos, & Coelho, A. d’Avila . (2020). Cartography of a teacher in difficult times: acts of resistance and creation at school . Research, Society and Development, 9(11), e859119619. https://doi.org/10.33448/rsd-v9i11.9619

Issue

Section

Education Sciences