Teaching and learning powered by computational thinking

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v10i10.19099

Keywords:

Learning; Teaching; Computational thinking.

Abstract

Computational Thinking (CT) is a strategy used in the teaching/learning process, involving problem solving, in order to develop critical and creative thinking, autonomously, interdisciplinaryly. This article presents a reflexive analysis on the theme, based on literatures that address CT and its consequences. It aims to discuss the benefits of the development of CT in basic education, as well as briefly describe some strategies already in use so that the CT can be taught, thus benefiting students, teachers and society. We conclude that when developing the CT the student becomes a subject constructor of knowledge, in a critical, creative, versatile, flexible and innovative way, and that this can happen through various strategies, whether through the teaching of robotics, block programming, digital narratives, games, with activities without the use of technologies, or in a transversal way within the disciplines.

Author Biographies

Karine Serpa Franco, Universidade Federal Fluminense

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências, Tecnologias e Inclusão – Universidade Federal Fluminense – UFF. Mestre em Educação Profissional em Saúde – EPSJV/FIOCRUZ. Coordenadora de Polo da Assessoria de Educação Especial do município de Niterói/FME.

Alessandra Teles Sirvinskas Ferreira, Universidade Federal Fluminense

Doutoranda do Programa de Pós-Graduação em Ciências, Tecnologias e Inclusão – Universidade Federal Fluminense – UFF. Mestre em Diversidade e Inclusão – UFF. Professora EBTT do Instituto Nacional de Educação de Surdos – INES.

Lucianne Fragel Madeira , Universidade Federal Fluminense

Doutora em Ciências – Biofísica - UFRJ. Professora do Departamento de Neurobiologia - Universidade Federal Fluminense - UFF. Membro das Pós-graduações stricto sensu em Neurociências, Ciências e Biotecnologia,e Ciências, Tecnologias e Inclusão – UFF

Suzete Araujo Oliveira Gomes , Universidade Federal Fluminense

Doutora em Ciências – Bioquímica Celular - UFRJ. Professora Associada da Universidade Federal Fluminense - UFF. Vice-coordenadora no Curso de Mestrado Profissional em Diversidade e Inclusão (CMPDI)-UFF e docente permanente e membro da CPG no Programa de Pós-graduação em Ciências, Tecnologias e Inclusão (PGCTin)-UFF

Sergio Crespo Coelho da Silva Pinto, Universidade Federal Fluminense

Doutor em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. Professor Adjunto na Universidade Federal Fluminense UFF. Vice Coordenador do Programa de Doutorado em Ciência, Tecnologia e Inclusão - PGCTin/UFF

References

Barcelos, T., Muñoz, R., Villaroel, R. & Sibeira, I. (2015). Relações entre o Pensamento Computacional e a matemática: uma revisão sistemática da literatura. Anais dos Workshops do IV Congresso Brasileiro de Informática na Eduacação (WCBIE).

Berbel, N. A. N. (1998). A problematização e a aprendizagem baseada em problemas:diferentes termos ou diferentes caminhos? Interface – Comunicação, Saúde, Educação. 2(2), 139-54. http://www.scielo.br/pdf/icse/v2n2/08.

Blikstein, P.(2008). O Pensamento Computacional e a Reinvenção do Computador na Educação. http://bit.ly/1lXlbNn>.

Bordini, A., Avila, C., Cunha, M., Cavalheiros, S. & Foss, L. (2017). Pensamento Computacional no Ensino Fundamental e Médio: uma revisão sistemática. Anais do XXVIII Simpósio do Congresso Brasileiro de Informática na Educação (SBIE).

Braga, J. & Menezes, L. (2014). Introdução aos Objetos de Aprendizagem. In: Braga, J. C. (Org). Objetos de Aprendizagem – Volume 1: Introdução e Fundamentos. Editora da UFABC.

Brasil. (2017) Base Nacional Comum Curricular – BNCC. MEC.

Carvalho, J. M. de, Netto, J. F. & Almeida, T. O. (2017). Revisão sistemática de literatura sobre o Pensamento Computacional por Meio de Objetos de Aprendizagem. Anais do XXVIII Simpósio de Informática na Educação - Simpósio Brasileiro de Informática na Educação (SBIE).

Conceição, J. H. C. & Vasconcelos S. M. (2018). Jogos digitais no ensino de ciências: contribuição da ferramenta de programação scratch. Areté Manaus, 11 (24), 170-185.

Goldman, S. & Kabayadondo, Z. (2017). Talking design thinking to school: How the Technology of Design can transform teachers, learners, and classrooms. Routledge: New York.

Gomes, O. de S. M., Rodrigues, W. de A. & Franco, R. A. S. R. (2020). Gamificação e pensamento computacional: análise de uma experiência no ensino médio / técnico-educacional. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 9, e543910805. 10.33448/rsd-v9i10.8053. https://rsdjournal.org/index.php/rsd/ar ticle/view/8053.

International Labour Organization (2019). Work for a brighter future. Global Commission on the Future of Work. International Labour Office. https://drive.google.com/file/d/1SKkO_KeA40fX29ohyMHDs2EeWdH_B_TA/view.

Koche, J. C. (2011). Fundamentos de metodologia científica. Vozes.

Ludke, M. & Andre, M. E. D. A. (2013). Pesquisa em educação: uma abordagem qualitativa. (2a ed.), EPU.

Mestre, P., Andrade, W., Guerrero, D., Sampaio, L., Rodrigues, R. da S. & Costa, E. (2015). Pensamento Computacional: Um estudo empírico sobre as questões de matemática do PISA. In: Anais dos Workshops do Congresso Brasileiro de Informática na Educação.

Nascimento, C. A., Santos, D. A. & Tanzi, A. (2018). Pensamento Computacional e Interdisciplinaridade na Educação Básica: um mapeamento sistemático. In: Anais dos Workshops do VII Congresso Brasileiro de Informática na Educação.

Pereira, A. S. T. & Sampaio, F. F. (2008). AVITAE: development of a computational modeling system to biology education. Ciências & Cognição 13 (2): 51-70.

Pereira A. S., Shitsuka, D. M., Parreira, F. J. & Shitsuka, R. (2018). Metodologia da pesquisa científica. UFSM. https://repositorio.ufsm.br/bitstream/handle/ 1/15824/Lic_Computacao_Metodologia-Pesquisa-Cientifica.pdf?sequence=1

Pinto, A. G. & Lima, G. S. (2019). Indústria 4.0: um novo paradigma para a indústria. Interface Tecnológica, 16. 10.31510/infa.v16i2.642.

Pinto, S. C. C. S. & Nascimento, G. S. R. (2018). O pensamento computacional e a a nova sociedade. In: Valente, J. A., Freire, F. M. P. & Arantes, F. L. (org.). Tecnologia e educação: passado, presente e o que está por vir. 301-322. https://drive.google.com/file/d/1 wpNjTIZAcsbIQCX-B-dMaqLmWKPdsa2U/view.

Resnick, M. (2014). Aprender a programar, programar para aprender. Palestra no evento Transformar 2014. https://www.youtube.com/watch?t ime_continue=2&v=hRGJUc2opQ4&feature=emb_logo.

Rosa, V. & Coelho Neto, J. (2020). Design Thinking e Computational Thinking e suas articulações para o ensino de Robótica Educacional: uma revisão. Pesquisa, Sociedade e Desenvolvimento, 9, e6659109019, 2020. 10.33448/rsd-v9i10.9019. https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/9019.

Sánchez, J. (org.). ( 2018). Nuevas ideas em Informatica Educativa. 14, 375-384.

Sápiras, F. S., Vecchia, R. D., & Maltempi, M. V. (2015). Utilização do Scratch em sala de aula. Educação Matemática Pesquisa, 17 (5), 973 – 980

Sociedade Brasileira de Computação. (2019). Diretrizes para ensino de Computação na Educação Básica. 25p. https://www.sbc.org.br/documentos-da-sbc/send/203-educacao-basica/1220-bncc-em-itinerario-informativo-computacao-2.

Valente, J. A. (2016). Integração do pensamento computacional no currículo da educação básica:diferentes estratégias usadas e questões de formação de professores e avaliação do aluno. Revista e-Curriculum, 14, 864 – 897. Programa de Pós-graduação Educação: Currículo – PUC/SP. http://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum.

Valente, J. A. (2018). Inovação nos processos de ensino e de aprendizagem: o papel das tecnologias digitais. p. 17-41. In: Valene, J. A., Freire, F. M. P. & Arantes, F. L. (Org.). Tecnologia e educação: passado, presente e o que está por vir – Campinas, SP: NIED/UNICAMP, 406 p.

Werlich, C., Kemczinski, A. & Gasparini, I. (2018). Pensamento Computacional no Ensino Fundamental: um mapeamento sistemático. In: Sánchez, J. Editor. Nuevas Ideas en Informática Educativa, 14, 375 - 384.

Wing, J. M.(2006). Computational Thinking. Communications of the ACM. 49(3).

Published

14/08/2021

How to Cite

FRANCO, K. S. .; FERREIRA, A. T. S. .; MADEIRA , L. F. .; GOMES , S. A. O. .; PINTO, S. C. C. da S. . Teaching and learning powered by computational thinking. Research, Society and Development, [S. l.], v. 10, n. 10, p. e402101019099, 2021. DOI: 10.33448/rsd-v10i10.19099. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/19099. Acesso em: 8 dec. 2021.

Issue

Section

Education Sciences