A brief discussion and analysis of the factors that can influence students' mathematical learning

Authors

DOI:

https://doi.org/10.33448/rsd-v11i7.29829

Keywords:

Mathematical education; Lack of interest; Teaching and learning.

Abstract

The present work proposes to present a research on the factors that can influence the learning of Mathematics. This situation has been the subject of debates between teachers, parents and school management, who also link this situation to the students' lack of interest. According to these teachers, this situation occurs in all subjects and is even more worrying when it comes to the Mathematics curricular component. A qualitative-quantitative research was carried out, applying data collection techniques in an elementary school in the city of Aquiraz - CE, through bibliographic sources, informal dialogues with teachers and application of a structured questionnaire for students. With the research, we realized that there are several factors that interfere in learning, such as the reality of the community, family, perspective of life and among others, being necessary to develop mechanisms that can improve the student's self-confidence and strengthen the student's relationship with the teacher.

References

Aguiar, B. C. D. (2011). Uso de Escalas de Autorrelato na Análise de Jogos. Dissertação (Mestrado em Design) - Universidade Federal de Pernambuco, Recife – PE.

Almeida, L. R. (2006). O coordenador pedagógico e a questão do cuidar. Coordenador pedagógico e questões da contemporaneidade (O), 41.

Araujo, M. D. (2021). De vilã à mocinha, a Matemática não é mais o “bicho papão”. Centro do professorado paulista - O portal do professor, São Paulo, 12 mai. 2021. Informação. Disponível em: https://www.cpp.org.br/informacao/entrevistas/item/16817-de-vila-a-mocinha-a-matematica-nao-e-mais-o-bicho-papao#. Acesso em: 11 mai. 2022.

Bicudo, M. A. V. (1993). Pesquisa em educação matemática. Pró-posições, 4(1), 18-23.

Brasil. (1990). Lei Nº 8.069 de 13 de julho de 1990. Dispõe sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente e dá outras providências. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l8069.htm. Acesso em: 25 nov. 2021.

Brasil. (1996). Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB. 9394/1996.

Brasil. (1997). Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Matemática. MEC, SEF.

Brasil. (1998). Emenda constitucional Nº 20 de 15 de dezembro de 1998. Modifica o sistema de previdência social, estabelece normas de transição e dá outras providências. 15 dez. 1998. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc20.htm. Acesso em: 20 nov. 2021.

Brasil. (2017). Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Educação é a Base. Brasília, MEC/CONSED/UNDIME.

Brasil. (2019). Ministério da Educação - MEC (Brasília). Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira - INEP. Nota Técnica: Indicador de Nível Socioeconômico das Escolas de Educação Básica (Inse), [S. l.]: MEC.

Ceará. (2020). Secretaria do Estado. Documento Curricular Referencial do Ceará - DCRC. Ceará, CE: SEDUC. Disponível em: https://www.seduc.ce.gov.br/wp-content/uploads/sites/37/2020/02/Orienta%C3%A7%C3%B5es-Pedag%C3%B3gicas-2020-final_dezembro.pdf. Acesso em: 10 nov. 2021.

Cecílio, C. & Albuquerque, N. (2019). Avaliação processual: por que ir além das provas. Nova Escola, [s. l.], 20 mai. 2019. Gestão Escolar. Disponível em: https://gestaoescolar.org.br/conteudo/2172/avaliacao-processual-por-que-ir-alem-das-provas. Acesso em: 11 mai. 2022.

Cunha, D. D. S. (2013). A educação matemática e o desinteresse do aluno. Revista Brasileira de Educação e Saúde, v. 3, n. 3, p. 20-24.

Doni, M. V. (2004). Análise de cluster: métodos hierárquicos e de particionamento. 93 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Bacharelado em Sistemas de Informação) - Faculdade de Computação e Informática da Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo – SP.

Fachin, O. (2006). Fundamentos de Metodologia / Odília Fachin, 5 ed. [ver.] – São Paulo: Saraiva.

Gil, A.C. (2019). Como elaborar projetos de pesquisa. [6. ed.]. São Paulo: Atlas.

Gomes, M. M. (2018). Fatores que facilitam e dificultam a aprendizagem. Revista Educação Pública, Rio de Janeiro, 18(14). 28-38. Doi: 10.18264/REP.

Guerreiro, A., Ferreira, R. A. T., Menezes, L., & Martinho, M. H. (2015). Comunicação na sala de aula: a perspectiva do ensino exploratório da matemática. Zetetiké, v. 23, n. 2, p. 279-295.

Kaufman, L. & Rousseeuw, P. J. (2009). Finding groups in data: an introduction to cluster analysis. (Vol. 344). John Wiley & Sons.

Knechtel, M. D. R. (2014). Metodologia da pesquisa em educação: uma abordagem teórico-prática dialogada. Curitiba: Intersaberes.

Ludke, M. & André, M. E. D. A. (2013). Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. [2. Ed.]. – Rio de Janeiro: E.P.U.

Marujo, M. A. P. (2007). A Influência do professor no gosto pela matemática nos alunos (Doctoral dissertation).

Mandarino, M. C. (2004). A escola “desfaz” o gosto pela matemática. Encontro Nacional De Educação Matemática, 7, 01-14.

Oliveira. (2017). Temperaturas acima dos 28 graus afetam raciocínio dos alunos. Jornal de Notícias, Porto, 20 nov. 2017. Caderno de Estudo. Disponível em: https://www.jn.pt/nacional/temperaturas-acima-dos-28-graus-afetam-raciocinio-dos-alunos-8930256.html. Acesso em: 10 mai. 2022.

Pinto, R. M. D. S. S. (2021). Desafios do ensino e aprendizagem da matemática nos anos finais do ensino fundamental II. 26 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Licenciatura em Matemática) - Instituto Federal do Piauí, Cocal - PI.

Russo, M. A. (1997). Ciclo da ação docente: planejamento, execução e avaliação. Fortaleza: Imprensa Oficial do Ceará - IOCE.

Silva, R. T. D.. & Santos, S. X. D. (2020). Ensino e Aprendizagem de Matemática: uma investigação sobre a prática educacional. Research, Society and Development, [S. l.], v. 9, n. 10, p. e3389108561. DOI: 10.33448/rsd-v9i10.8561. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/8561. Acesso em: 27 mar. 2022.

Published

20/05/2022

How to Cite

SILVA NETO, F. M. da; OLIVEIRA, F. E. F. de .; PEREIRA, P. H. de A.; NOLETO, J. O. S. A brief discussion and analysis of the factors that can influence students’ mathematical learning. Research, Society and Development, [S. l.], v. 11, n. 7, p. e18111729829, 2022. DOI: 10.33448/rsd-v11i7.29829. Disponível em: https://rsdjournal.org/index.php/rsd/article/view/29829. Acesso em: 6 jul. 2022.

Issue

Section

Exact and Earth Sciences